Copa SP: Podem pegar a Bandeirantes torcedor do Galo!!! Time está na final!!! - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Copa SP: Podem pegar a Bandeirantes torcedor do Galo!!! Time está na final!!!

22/01/2017

Copa SP: Podem pegar a Bandeirantes torcedor do Galo!!! Time está na final!!!

O torcedor do Paulista pode pegar a Rodovia dos Bandeirantes (ou se quiser também a Via Anhanguera) no dia 25 de janeiro, em direção a cidade de São Paulo. Mais precisamente ao estado do Pacaembu. O Galinho está na sonhada decisão da Copa São Paulo de futebol junior pela segunda vez na história. O time jundiaiense venceu o Batatais por 5 a 1, na manhã deste domingo, no Jayme Cintra, pelas semifinais. A equipe de 2017 pode repetir o feito de 20 anos atrás e conquistar o título do torneio. E o adversário pode ser o mesmo de 1997: o Corinthians. O Timão enfrenta o Juventus, na outra semifinal, às 19h45, em Barueri. Segundo a Polícia Militar de Jundiaí, cerca de 8mil pessoas compareceram ao jogo e incentivaram o Paulista rumo a histórica classificação.

O técnico do Galinho, Umberto Louzer, optou por mudar seu esquema, jogando com apenas um volante e quatro armadores no meio de campo. Com isso, Moisés e Brayan armavam o time pela faixa central, enquanto Criciúma e Vitor Hugo pelas pontas. Luciano acabou entrado na faixa direita da defesa, mas com liberdade para subir. O Batatais, o treinador Paulo Lippi manteve a mesma escalação do jogo anterior.

A partida começou o Tricolor pressionando, usando muito o seu jogo pelas laterais com as dobradinhas Criciúma e Luciano pelo lado direito, e Vitor Hugo com Alemão pela esquerda. O Batatais bloqueava com eficiência a sua entrada da área e procurava os contra-ataques.

Aos 14 minutos a muralha do Batatais desabou. Brayan cobrou escanteio na esquerda e Maurílio, bem posicionado na segunda trave, mandou a cabeçada no ângulo de Gersinho. Bola indefensável e 1 a 0, Tricolor. Festa em Jayme Cintra da torcida jundiaiense.

Mesmo com a vantagem, o Galinho continuava mais com a posse de bola e exercia em campo o seu estilo de jogo. O Batatais somente ameaçou com perigo aos 24 minutos, em boa jogada de Douglas Pote e Wislem, com o lateral direito chutando da entrada da área, na rede do lado de fora. Só que até o fim do primeiro tempo, o Fantasma ameaçou muito o gol de Enzo, com muitas bolas passando com perigo na pequena área. Aos 42, Everton aproveitou rebote de escanteio, e da entrada da área, mandou um canudo, que passou por cima do gol jundiaiense.

No segundo tempo, o Galo definiu a sua classificação antes do ponteiro chegar ao 1º minuto. Num cochilo da zaga do Batatais, Molter aproveitou cruzamento da esquerda e com toque esperto tirou de Gelsinho: 2 a 0, Paulista. Foi o terceiro gol do “polivante” na Copinha. E Criciúma quase ampliou aos 6 minutos, em chute que foi a esquerda do Galo.

Em êxtase, aos 11 minutos, o torcedor jundiaiense já começava a gritar “Olé!” a cada troca de passes do seu time. E não demorou para sair o terceiro gol. Em contra-ataque puxado por Criciúma, ele serviu com açúcar para Brayan com tranquilidade fazer 3 a 0. O quarto saiu aos 17 minutos. Alemão desceu da esquerda e cruzou com precisão para Molter, que de cabeça tirou de Gersinho: 4 a 0, Paulista e festa no Jayme Cintra.

Mas toda a alegria do torcedor muchou aos 22 minutos. Não pelo pênalti marcado a favor do Batatais, que foi convertido por Douglas Pote. Mas sim, pelo cartão recebido pelo goleiro Enzo, pela falta cometida, sendo a sua segunda advertência recebida na competição. Assim, o camisa 1 que sonhou tanto em jogar a final no Pacaembu, no máximo será espectador na torcida do Galo, já que terá que cumprir suspensão. Dois minutos depois, Matheus também recebeu o seu segundo amarelo e fica também de fora da final.

Só que a alegria no Jayme Cintra voltou aos 35 minutos, com gol de Matheus Sylvestre, após outro grande passe de Criciúma. Paulista com passaporte garantido para disputar a decisão da Copa São Paulo de futebol junior, no Pacaembu, na próxima quarta-feira.


5
Paulista
1
Batatais


4-1-4-1

4-2-3-1

Enzo g 
Luciano
Maurílio
Matheus g
Alemão (Papá-Léguas)
Paulinho (Carlinhos (Robert))
Vitor Hugo  (Adame)
Moisés
Brayan (Arthur)
Criciúma g
Molter (Matheus Sylvestre)
Gersinho
Wilsem g
Neto
Léo Alves
Igor Tostes (Victor Rafael)
Everton g
Maurício Kem (Yuri)
Murilo (Cadu Tizzo)
Douglas Pote
Thales g (Guilherme Lopes)
João Vitor (João Pedro)
Técnicos:
Umberto Louzer
Paulo Lippi
Gols:
Maurílio, aos 14min 1ºT

Molter, aos 48seg 2ºT

Brayan, aos 17min 2ºT

Molter, aos 19min 2ºT



Matheus Sylvestre, aos 35min 2ºT








Douglas Pote, aos 22min 2ºT


Árbitro: Lucas Belotte; Auxiiares:Tatiane Sacilotti e Anderson de Moraes


Thiago Batista – Direto do Jayme Cintra; fotos: Thiago Batista