Paulista encara Atibaia, em casa, buscando vitória e sair da crise na Série A-3 - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Paulista encara Atibaia, em casa, buscando vitória e sair da crise na Série A-3

07/02/2017

Paulista encara Atibaia, em casa, buscando vitória e sair da crise na Série A-3

O Paulista volta a campo nesta quarta-feira quando encara o Atibaia pela 3ª rodada da Série A-3 do Campeonato Estadual: sair do gramado com os três pontos, afastar de vez a crise que já começa a assolar ao Jayme Cintra e em fim clube e torcida entrarem em paz. Qualquer outro resultado, os dias turbulentos estarão continuando.

Do último jogo – derrota para o Nacional por 2 a 1, para o confronto deste meio de semana, algumas coisas mudaram no Galo. A começar pelo treinador: saiu Carlinhos Alves – que ficou apenas dois jogos, para Umberto Louzer assumir o time de forma interina. No modo de atuar, a equipe sai do esquema 4-3-2-1, para o 4-2-3-1, onde vai se apostar muito na velocidade dos pontas, e saída rápida quando roubar a bola do time adversário. Na escalação titular, o time terá três mudanças: saem Edson, Vecchio e Rodolfo para as entradas de Euzébio, Jaílton e Radsley. Mas o que todos desejam mudar é a mare do time, sair a fase ruim e começar uma boa, a partir desta quarta-feira.

“O jogo é enorme. Fizemos dois jogos anteriores. Precisamos equilibrar se organizar e fazer o fato casa se prevalecer e fazer uma grande partida diante dos nossos torcedores. Sair com essa vitória para dar tranquilidade e sequência no campeonato”, disse o treinador Umberto Louzer.

“A gente tem que pontuar logo, temos que fazer o dever de casa – os três pontos, para ir em Bebedouro e fazer os três pontos contra o Monte Azul, até em virtude dos pontos que perdemos em casa”, afirmou o meia Dudu. “Grande importância, a gente tem que sair com resultado positivo, lutar a todo momento, fazer um golzinho e sair com resultado positivo que é importante para gente. 1 a 0 é goleada para gente”, contou o meia Radsley.

No Atibaia, o time tem um jogador que pode ser chamado de espião. Trata-se do zagueiro Gabriel, que na última Copa Paulista defendeu o Galo. “O Paulista foi um time que me acolheu muito bem, não só o time como a cidade também. Fiz muitos amigos lá, mas agora estou defendendo as cores do Atibaia, onde estou sendo muito feliz. Vou dar meu melhor para sairmos vencedores de lá”, afirmou o camisa 4.

Gabriel conhece diversos jogadores do atual elenco, que disputaram a Copa Paulista ao seu lado. O beque promete fazer papel de espião para o técnico Sandro Sargentim.“Conheço bem o Jayme Cintra. É um campo muito grande e difícil de jogar. Temos que ter atenção redobrada desde o início, porque o Paulista é um clube de tradição. Alguns dos atletas que atuaram comigo ainda permanecem lá, por isso poderei ajudar o professor Sandro caso precise de qualquer informação”, concluiu.


Paulista
Atibaia

4-2-3-1
4-2-2-2

Iago
Edson
Caldeira
Fabão
Vilella
Fernando Lopes
Brendon
Ingro
Dudu
Radsley
Jaílton
Carlão
Nando
Bruno
Leandro
Gabriel
Eder Silva
Franklin
Gilsinho
Robson
Reginaldo
Léo Lima
Robinho
Técnicos:
Umberto Louzer
Sandro Sargentim

Árbitro: Rodrigo Batista da Silva
Auxiliares: Eduardo Vequi Marciano e Luis Nielsen


Thiago Batista – Esporte Jundiaí; foto: Thiago Batista