Pela 1ª vez em casa na A-3, Paulista encara Nacional sonhando com os 3 pontos - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Pela 1ª vez em casa na A-3, Paulista encara Nacional sonhando com os 3 pontos

03/02/2017

Pela 1ª vez em casa na A-3, Paulista encara Nacional sonhando com os 3 pontos

O Paulista pela 1ª vez nesta Série A-3 estará atuando como mandante. Neste sábado, a partir das 16h, o time recebe o Nacional, no Jayme Cintra, em um confronto onde ambos precisam mais do que nunca a vitória, já que perderam na jornada inaugural do Campeonato Estadual. O perdedor estará na temida zona de rebaixamento, com chances até de terminar a jornada na última colocação (seis clubes serão rebaixados). O vencedor dará um respiro, devendo ficar no meio da classificação. Um empate não será considerado um bom resultado para o Galo – pois em um torneio onde se deseja se classificar aos playoffs, perder pontos em casa nunca é bom.

O Tricolor deseja uma mini-arrancada nos próximos cinco dias, pois na quarta-feira, também em casa, enfrenta o Atibaia, e com 6 pontos vai respirar bem aliviado. Para isso, o treinador Carlinhos Alves irá promover cinco mudanças na escalação titular, em relação a quem começou na derrota para a Inter de Limeira por 2 a 0.

No gol, Iago – contundido na 1ª rodada, será o camisa 1, com João Paulo ficando como opção no banco. Na defesa, o lateral Edson começa na vaga de Euzébio na direita. No meio de campo estarão as maiores mudanças: entram Brendon e Dudu, com Douglas (que é lateral) e William Dias ficando na reserva. No ataque, Alexandre Vecchio será o centroavante na vaga de Jaílton.

O Nacional vem a Jundiaí pressionado, já que na rodada de abertura perdeu em casa para o Rio Branco por 4 a 1. O clube se mexeu fora das quatro linhas contratando o radialista Pepe Junior como gerente de futebol. Ele já trabalhou no clube e em 2014 participou da diretoria da Ferroviária, na época que o clube de Araraquara foi campeão da Série A-2. No campo, o treinador Alex Alves tem cinco dúvidas: a começar no gol que está entre Carlos Eduardo e Felipe. No meio-campo o treinador está entre Jobson ou Rafinha; Negueba ou Everton, e Bruninho ou Rodrigo. No ataque a disputa por uma vaga está entre Célio ou Ricardinho.


Paulista
Nacional

4-3-2-1
4-2-2-2

Iago
Edson
Fabão
Caldeira
Vilella
Fernando Lopes
Rodolfo
Brendon
Dudu
Ingro
Vecchio
Felipe
Thiago Cunha
Luiz Henrique
Marco Antônio
Caio Mendes
Jobson
Negueba
Rodrigo
Emerson Mi
Léo Castro
Ricardinho
Técnicos:
Carlinhos Alves
Alex Alves

Árbitro: Roberto Pinelli
Assistentes: Edson Rodrigues dos Santos e José Lucas Cândido de Souza

Thiago Batista – Esporte Jundiaí; foto: Thiago Batista