Rafael Porcari: Umberto deixou o Galo pelo Guarani. Está certo ou errado? - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Rafael Porcari: Umberto deixou o Galo pelo Guarani. Está certo ou errado?

21/02/2017

Rafael Porcari: Umberto deixou o Galo pelo Guarani. Está certo ou errado?

Que não se crucifique o agora ex-treinador do Paulista, Umberto Louzer. Ele não é filantropo, é um sujeito profissional como qualquer um de nós que trabalhamos. Se surgiu uma nova oferta de trabalho e ele a avaliou como interessante, é algo normal.

Além disso, todos nós que gostamos do Paulista temos que considerar o seguinte (de maneira humilde e racional):

– O Guarani está na A-2 Estadual brigando pelo acesso para a A-1; no Brasileirão, na série B.

– O Paulista está na A-3 Estadual brigando contra queda para a B; no Brasileirão, sem série alguma.

O trabalhador vive da sua labuta, não pode viver fazendo caridade. Paciência e boa sorte a ele.

Àqueles que são contrários, fica o lembrete: e o Beto Cavalcante, que tanto fez e ajudou ao Galo, sabem o que aconteceu?

Pois é…

Eu arriscaria um nome para novo treinador: Rodrigo Alves, o técnico que mais tem vencido no Amador de Jundiaí. Ou você acha que toda a malandragem dos jogadores vista pela Matonense (encarar adversário, fazer cera, vibrar e outras coisas) passada pelo experiente técnico Pinho no último jogo, não são importantes malícias de quem viveu na várzea e tem experiência?

É apenas um palpite no qual não ganho nada e nem tenho interesse em troca, mas é um nome que eu pensaria. Vai me dizer que o Márcio Bitencourt, Macena, Candinho Farias e tantos outros treinadores que passaram por aqui são melhores do que o Rodrigo?

Há de se pensar! O que não pode é o Paulista cair de novo, pois aí seria complicado buscar ânimo e voltar a encher o Jayme Cintra.


Por Rafael Porcari


Ex-árbitro de futebol profissional e atualmente comentarista de arbitragem da Rádio Difusora