Umberto diz sim ao Guarani. Paulista ainda não tem perfil do novo treinador para a A-3 - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Umberto diz sim ao Guarani. Paulista ainda não tem perfil do novo treinador para a A-3

20/02/2017

Umberto diz sim ao Guarani. Paulista ainda não tem perfil do novo treinador para a A-3

A segunda passagem de Umberto Louzer no Paulista terminou na noite desta segunda-feira. Ele conversou com diretores do clube e disse que aceitou a proposta do Guarani, onde será auxiliar-técnico de Maurício Barbieri na disputa da Série A-2. No Bugre, Umberto não será o treinador da categoria sub-20, pois este já vem sendo comandado por Ângelo Foroni, após substituir Renato Pé Murcho. A confirmação da saída de Umberto foi dado pelo gerente de futebol, Antônio Carlos Nogueira de Sá Jr., o Juninho, por volta das 23h à reportagem do Esporte Jundiaí.

Segundo o gerente, no treinamento desta terça-feira, o comando será do preparador físico Valdir Cláudio Vaz Filho, o Bié. Sobre o novo perfil de treinador, Juninho foi bastante sincero: “Como pegou todos de surpresa , não tenho como responder sobre isso”, disse. Mas, o gerente nesta terça-feira deverá fazer contatos com possíveis postulantes. “A gente anuncia assim que decidir”, comentou.

O Paulista será o segundo clube nesta a Série A-3 a ter pelo menos três treinadores. O primeiro foi justamente a Matonense, que no último sábado derrotou o Galo pelo placar de 1 a 0 no Jayme Cintra, resultado que deixou os jundiaienses na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com apenas 3 pontos.

A 2ª passagem de Umberto na comissão técnica do Galo – Umberto chegou a Jayme Cintra em julho do ano passado para comandar a categoria sub-20 do Paulista no Estadual, substituindo Netinho. Ele comandou o Galinho nas 10 últimas partidas da competição, obtendo quatro vitórias, dois empates e quatro derrotas, o que não adiantou e o Paulista acabou caindo ainda na 1ª fase da competição.  Nos últimos três meses de 2016, o Tricolor disputou a Copa Ouro onde acabou vice-campeão com uma campanha de cinco vitórias, dois empates e apenas uma derrota.

Mas o ápice ocorreu na Copa São Paulo de futebol junior, quando o Tricolor venceu os oito jogos que disputou e dentro de campo ganhou vaga a decisão, mas sendo excluído em virtude do caso Brendon Matheus. Ao mesmo tempo que comandava a categoria sub-20, Umberto era auxiliar do time profissional. Ajudou Stélio Metzker na reta final da Copa Paulista do ano passado, quando o Galo caiu ainda na 1ª fase e foi auxiliar de Carlinhos Alves nos dois primeiros jogos da Série A-3.

Com a demissão de Carlinhos após a derrota para o Nacional, Umberto assumiu o cargo de treinador do time principal e estreou com vitória sobre o Atibaia por 1 a 0, mas nos três jogos seguinte o time jundiaiense conheceu derrotas: 2 a 0 para o Monte Azul, 1 a 0 para o São José dos Campos e 2 a 0 para a Matonense, última partida com Umberto participando de uma partida do Paulista como integrante na comissão técnica nesta segunda passagem.


Thiago Batista – Esporte Jundiaí; foto: Thiago Batista