Umberto será treinador interino do Galo. Promessa é inscrever atletas da Copinha - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Umberto será treinador interino do Galo. Promessa é inscrever atletas da Copinha

04/02/2017

Umberto será treinador interino do Galo. Promessa é inscrever atletas da Copinha

Umberto, que na manhã deste sábado participou da homenagem ao Galinho na Festa da Uva
O presidente do Paulista, Pepe Verdugo, após se reunir com a comissão técnica e diretoria de futebol, anunciou a saída de Carlinhos Alves de forma oficial do cargo de treinador do time principal, após a derrota do Paulista para o Nacional por 2 a 1, neste sábado no Jayme Cintra, pela 2ª rodada da Série A-3 do Estadual. Ele confirmou que Umberto Louzer assume o comando do time, mas de forma interina, pelo menos até quarta-feira, quando o Tricolor enfrenta o Atibaia. Segundo Pepe, Umberto será avaliado para definir se ele fica ou continua no comando do time de forma efetiva. Não há multa contratual na rescisão de Carlinhos Alves, segundo disse o presidente. “Se tivesse ganho, desse uma virada, poderia até pensar, mas infelizmente não está a expectativa que esperávamos. Tivemos que dispensar. Futebol se vive de vitórias”, contou Pepe.

“Vamos experimentar interinamente. Ele será o treinador na quarta-feira”, disse Verdugo. “A gente confia no Umberto, mas ele vai ser interino, mas pode ser efetivado. Depois com decorrer do campeonato pode ser efetivado”, declarou o presidente. “O campeonato é muito curto, cai seis e se a gente não tomar algo de imediato, fica difícil depois ficar entre os oito”, completou.

Pepe Verdugo na entrevista disse que existe a intenção das vagas restantes a serem preenchidas para o elenco da Série A-3 devem ser dos garotos da categoria sub-20 que disputaram a Copa São Paulo deste ano.  “Mas a Copinha vai ser inscrito, não tenha dúvida. Umberto já tocou os meninos e conhece aqueles que podem fazer parte do time e isso será realmente feito”, afirmou. O Galo até o momento inscreveu 23 dos 28 atletas possíveis. “A gente pode deixar uma vaga, para mais tarde, caso apareça algo melhor. Do contrário efetivar esses meninos que deram alegria para gente”, completou.

A pressão da torcida (que no final do jogo começou a cantar o nome de Umberto) também pesou. “A torcida vale muito, sem torcida a gente não faz nada. A gente não tem que ouvir só a torcida, também ouvimos a diretoria, mas a torcida influi. Mas não tomamos a decisão por si, pois não estava funcionado direito”, avaliou.

Bastidores – A informação que Carlinhos Alves teria sido demitido foi dada em primeira mão pelo radialista Adilson Freddo, às 18h, na jornada da Rádio Difusora. Rapidamente torcedores compartilharam a informação em redes sociais. Jogadores do Paulista que saiam dos vestiários, ao serem consultados sobre a saída de Carlinhos Alves ficaram espantados com a informação, e até surpresos, já que Carlinhos não havia despedido do elenco. Os atletas que conversaram com a reportagem do Esporte Jundiaí na saída do Jayme Cintra disseram que após o jogo ele agiu algo normal, que falou pouco com elenco, fizeram a raça e depois cada um tomou seu caminho. Neste período, Carlinhos foi chamado a participar de uma reunião com a diretoria, que optou pela sua demissão. Umberto saiu dos vestiários por volta das 18h20 e questionado por jornalistas que o perguntavam e até parabenizavam por ele assumir o time ficou bastante surpreso com a notícia. Pouco tempo depois, Umberto foi chamado a participar da reunião. O presidente Pepe Verdugo confirmou a demissão de Carlinhos Alves a imprensa, às 18h50.

Os gols de Paulista 1 x 2 Nacional pela Série A-3 do Paulistão. Imagens: Cláudio de Andrade


Thiago Batista – Esporte Jundiaí; foto: Thiago Batista