Desesperados, Paulista e Independente se enfrentam no Jayme para fugir da queda - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Desesperados, Paulista e Independente se enfrentam no Jayme para fugir da queda

17/03/2017

Desesperados, Paulista e Independente se enfrentam no Jayme para fugir da queda

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Thiago Batista

O Paulista encara o Independente neste sábado, no estádio Jayme Cintra, a partir das 15h, pela 12ª rodada da Série A-3. O confronto pode ser considerado de times desesperados, já que ambos estão entre as três últimas posições e estão dentro da zona de rebaixamento para a 4ª divisão estadual. O duelo dos Galos (mascote dos dois clubes) apesar da classificação mostrar o time jundiaiense na frente, o clube de Limeira está em melhor momento.

Willian Dias permanece no time titular
18º colocado com 10 pontos, o Paulista sofreu duas derrotas seguidas como visitante: perdeu para o São Carlos por 3 a 1 e para o Desportivo Brasil por 2 a 1, de virada – e nos minutos finais. 19º, o Independente tem 7 pontos, mas venceu os seus dois últimos jogos que jogou como mandante: 3 a 1 no Taboão da Serra e 1 a 0 sobre o Rio Branco. O clube de Limeira pode ultrapassar o time de Jundiaí e jogar ele para a vice-lanterna na classificação se vencer por três ou mais gols de diferença.

No Paulista, o treinador Sérgio Caetano fará apenas uma mudança na sua equipe: irá promover a estreia do goleiro Stivi, de 36 anos, no lugar de Iago, de 22 anos. Nas demais posições, o técnico irá manter a equipe titular que jogou em Porto Feliz e vencia o Desportivo Brasil por 1 a 0 até os 44 minutos do segundo tempo, quando sofreu o empate e depois a virada (2 a 1). Com isso, o lateral Vilella e o volante Fernando Lopes, que haviam cumprido suspensão irão retornar, mas no banco de reservas.

No Independente, o treinador Piá deverá manter a mesma escalação que venceu o Rio Branco, na quarta-feira, por 1 a 0. Ele não tem atletas suspensos para o jogo em Jundiaí. O técnico deverá manter o seu filho Felipe Piá entre os titulares da zaga, ele que foi o autor do gol da vitória sobre o Tigre no meio de semana. O clube tem como presidente, uma mulher, algo raro no futebol brasileiro - Fatima Emília Grosso Rodrigues de Mattos dos Anjos.

História recente do confronto - Entre 2012 e o ano passado, Paulista e Independente se enfrentaram em seis oportunidades. O time de Limeira leva vantagem: foram três vitórias do Independente, um empate e duas vitórias jundiaienses.

No último confronto, no ano passado, pela 18ª rodada da Série A-2, no Jayme Cintra, o Paulista venceu e de goleada: 5 a 0 (dois gols de Ariel, um de Felipe Santos, Mamadeira e Ramalho). Este jogo rebaixou o Independente para a Série A-3 na ocasião. Dos atletas que atuaram na partida do ano passado, permanece em Jundiaí apenas o goleiro Iago. Pelo lado de Limeira, permanece o zagueiro Denner Gáucho, de 36 anos.

Na história geral do confronto, segundo o jornalista Edmar Ferreira, de Limeira, o Independente venceu o Paulista apenas duas vezes em Jundiaí em toda sua história. Em 1991, pela Divisão Especial (na época 2ª divisão estadual), fez 1 a 0, gol de Daniel e em 2014, pela Copa Paulista, o Galo bateu o rival por 3 a 2, gols de Júlio César (2 vezes) e Juninho.

PAULISTA
INDEPENDENTE
4-3-1-2
4-3-2-1
Stivi
Euzébio
Fabão
Gut
Douglas
Dick
Brendon
Rafael Branco
Pitty
Willian Dias
Ingro
Fernando
Murilo
Felipe Piá
Denner Gáucho
Álvaro
Fabiano
Dieguinho
Daniel
Denis Nunes
Dodô
Weldon
Técnico
Sérgio Caetano
Piá
Árbitro: Daniel Carfora Sottille
Auxiliares: Gilberto Aparecido Romanchelli e José Lucas Cândido de Souza