Ex-lateral do Paulista volta ao Pará e “muda de nome” e se destaca no Paysandu - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Ex-lateral do Paulista volta ao Pará e “muda de nome” e se destaca no Paysandu

18/03/2017

Ex-lateral do Paulista volta ao Pará e “muda de nome” e se destaca no Paysandu

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Assessoria de imprensa do Paysandu

Um ex-jogador do Paulista vem fazendo sucesso no Norte do País. Mais precisamente no Paysandu. Conhecido por lá por Wilkerson, Pará, disputou a duas edições atrás a Copa São Paulo e a Série A-2 do Campeonato Estadual com a camisa do Galo. Agora no Paysandu, ele vem sempre entrando nos jogos, às vezes como lateral, outras vezes como meia e algumas até como ponta. Nesta sexta-feira, Pará entrou na metade do segundo tempo, na vitória do Papão sobre o Galvez-AC por 1 a 0, pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa Verde. O Paysandu avançou de fase no torneio. Pará entrou como lateral-esquerdo no lugar de William Simões.


“Eu sempre joguei como lateral, mas no sub-20 o técnico Ailton me colocou como atacante por conta da titularidade do Caio Ribeiro. Quando subi para o elenco profissional, fui inscrito como atacante, mas também venho sendo utilizado como lateral-esquerdo. Prefiro jogar na lateral, mas fico à disposição do treinador para atuar onde ele achar que é melhor para o time”, declarou.

O início em um time profissional não é novidade para o jogador. Criado no bairro da Terra Firme, em Belém, e começando a jogar aos seis anos de idade na equipe de futsal da Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Wilkerson, ou simplesmente Wil, como está sendo chamando no Paysandu (pois o clube é de Belém, capital do Pará), teve passagens por Sub Sá e o maior rival bicolor, Remo, até chegar ao futebol de salão Alviceleste.

Com a camisa do Papão, ele foi tricampeão paraense. Porém, em 2011, foi atrás de outros caminhos fora do Pará. Longe da família, iniciou os primeiros passos no futebol de campo em Caxias-RS, Portuguesa-SP, Palmeiras e Bahia, esses dois últimos em uma rápida passagem. Ele chegou ao Tricolor em 2014, e jogou os Paulista sub-17 e 20 no Tricolor. No ano seguinte, foi integrado ao elenco principal do Tricolor jundiaiense, participando da Copa Paulista e do Paulistão da Série A2. No início de 2016, retornou a Belém, dessa vez para o sub-20 do Paysandu. Este ano está integrando o time profissional do Papão.

“A realidade em São Paulo é outra. Até mesmo as equipes pequenas têm estruturas iguais ou melhores que as daqui. Eu acabei saindo de uma equipe profissional e voltei para a base. A qualidade dos campos de treinamento é muito diferente. Mas o Paysandu está crescendo estruturalmente e melhorando essas condições. O presidente Sérgio Serra é um homem sério, que gosta de valorizar a base e até agora vem dando tudo certo”, contou em entrevista ao Globoesporte.com.