Sem presença de diretor do Galo na reunião, Jayme Cintra entra para inventário - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Sem presença de diretor do Galo na reunião, Jayme Cintra entra para inventário

28/03/2017

Sem presença de diretor do Galo na reunião, Jayme Cintra entra para inventário


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Thiago Batista

Nesta terça-feira ocorreu no Museu Solar do Barão a reunião do Conselho do Patrimônio Artístico e Cultural (Compac), que definiu que o estádio Jayme Cintra entre no Inventário de Proteção Patrimônio Artístico e Cultural (IPAAC), iniciando assim o processo que pode tombar o local futuramente. Dos 19 conselheiros, 14 estiveram presentes, e todos aprovaram por unanimidade a questão. Torcedores e jornalistas acompanharam a votação. Já o Paulista, que deveria ser maior parte interessada na questão, não mandou nenhum representante a reunião.

Segundo o Compac, o tombamento não evita o leilão do estádio Jayme Cintra marcado para o próximo dia 27 de abril – conforme decisão do Tribunal Regional do Trabalho de Campinas.  O processo para tombamento do estádio Jayme Cintra entrou no Compac em 8 de abril de 2015, através de um pedido da Diretoria de Patrimônio da Prefeitura. Nestes quase dois anos, o processo praticamente não tramitou. Conselheiros revelaram que diretores do Paulista não tinham interesse pelo tombamento.

A reunião do Conselho do Patrimônio Artístico e Cultural estava marcada para esta terça-feira, mas o projeto para inclusão do estádio Jayme Cintra entrasse no Inventário de Proteção Patrimônio Artístico e Cultural (IPAAC) somente entrou na tarde de segunda-feira, após a divulgação da notícia do leilão do Jayme Cintra.