Propaganda 1 - Cabeçalho - 340x92

Morre treinador do acesso do Paulista em 1968: Alfredo Sampaio, o Alfredinho


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Fotos: Fanático pelo Paulista e Globoesporte.com

Faleceu nesta terça-feira em Ribeirão Preto o ex-jogador e técnico Alfredo Sampaio. Alfredinho, como era conhecido, tinha 90 anos e morreu em sua casa. A causa não foi divulgada pela família. Ele em 1968 dirigiu o Paulista na campanha do acesso da Segunda para Primeira Divisão do Campeonato Estadual. Foi o primeiro dos três acessos que o Tricolor conquistou a elite do futebol paulista na sua história. O velório de Alfredinho acontece no cemitério Parque dos Girassóis, em Ribeirão Preto. O corpo será enterrado às 17h.

Alfredo Sampaio jogou no Santos na década de 1950, ao lado de Zito, Pelé, Pepe e companhia. Virou auxiliar técnico do Peixe nos anos 1960 e participou do título mundial sobre o Milan, em 1963, como auxiliar técnico. Depois, ganhou fama de “bruxo” no interior de São Paulo ao salvar diversos clubes do rebaixamento, como Botafogo-SP, Comercial e Marília.


Segundo o historiador Ivan Gottardo, em post publicado no site Fanático pelo Paulista, Alfredinho chegou ao Paulista, em novembro de 1968 para comandar o time na fase final do Campeonato Estadual da Primeira Divisão (na prática, a segunda), substituindo o argentino Armando Renganeschi. Ele foi o terceiro treinador na campanha, apesar do time não ter conhecido nenhuma derrota até o momento. Nos cinco jogos do hexagonal final, o Paulista conquistou três vitórias e dois empates e sagrou-se campeão, conquistando o acesso para a Divisão Especial, a Primeira Divisão do Estadual na época, de forma invicta – único que conseguiu o feito na história da “Segundona” – apesar dos diversos nomes que teve em sua história a competição. Alfredinho ainda comandou o Galo entre a 5ª e 11ª rodada da elite do Paulistão em 1969 e depois em 1974  durante o Torneio Seletivo.

Alfredinho tem muita história com o Comercial, de Ribeirão Preto. Foi o clube onde mais mais trabalhou. Ele foi técnico da equipe de 1966, considerada a melhor da história do Leão do Norte. No outro clube de Ribeirão Preto, o Botafogo, foi responsável por lançar o meia Sócrates no time profissional do Tricolor, em 1974. Os dois clubes de Ribeirão lamentaram a morte do treinador e declararam luto oficial de três dias.


Morre treinador do acesso do Paulista em 1968: Alfredo Sampaio, o Alfredinho Morre treinador do acesso do Paulista em 1968: Alfredo Sampaio, o Alfredinho Reviewed by Thiago Batista de Olim on 4/04/2017 01:29:00 PM Rating: 5

Anuncie aqui