Amador de Jundiaí: Atecubanos pede licença e Série A terá apenas 17 clubes neste ano - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Amador de Jundiaí: Atecubanos pede licença e Série A terá apenas 17 clubes neste ano

22/05/2017

Amador de Jundiaí: Atecubanos pede licença e Série A terá apenas 17 clubes neste ano

Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Blog do Atecubanos

Na última sexta-feira, o Atecubanos entregou o seu pedido de licença a Liga Jundiaiense de Futebol, e com isso a Série A do Campeonato Amador de Jundiaí terá apenas 17 clubes nesta temporada. E segundo o presidente da Liga Jundiaiense de Futebol, Serginho Aguiar, em conversa com a reportagem do Esporte Jundiaí¸ disse que alterações na tabela da elite podem ser realizadas e anunciadas na noite desta segunda-feira. Na 1ª rodada, o Fúria Azul enfrentaria o Marlene, atual campeão da Série A de Jundiaí. O mais provável é quem enfrentaria o Atecubanos na rodada fica no chapéu, e os jogos que estavam com campo a definir, devem ser disputados no lugar das partidas que teria o Fúria Azul no gramado.

O Atecubanos é o terceiro clube a desistir oficialmente do Amador de 2017. Antes, Nove de Julho e Sport Sorocabana anunciaram suas saídas da Liga Jundiaiense de Futebol nesta temporada, mas na época foram substituídos por clubes que dentro do campo haviam sido rebaixados, casos de Águia Negra e Catorze de Dezembro. Agora com a saída do Atecubanos, a Liga não irá colocar nenhum clube no lugar.

Time do Atecubanos em um jogo no Dal Santo, na temporada passada.
O Atecbuanos realizou uma reunião na última semana na qual definiu a saída do clube do Amador de Jundiaí, porque teria que terceirizar o futebol amador do clube, mas poderia não ser a melhor decisão, já que não sabe qual time seria montado e poderia colocar em risco o nome do clube. Também os diretores do clube estavam sem tempo de tomar decisões importantes sobre o time, como montagem do elenco e escolha do treinador.

O clube havia pago a mensalidade para participar do campeonato na temporada.  O Atecbuanos que tem raízes em Campo Limpo Paulista, pelo segundo ano pede uma licença em um Amador de elite na região. Ano passado, o clube pediu licença em “Campola”, mas por não concordar como os rumos que a arbitragem estavam dando nos jogos do campeonato. O clube deseja retomar as suas atividades no próximo ano, e em Jundiaí, já que o nível do Amador de Campo Limpo Paulista estava muito fraco nos últimos anos.