Propaganda 1 - Cabeçalho - 340x92

Clima olímpico! Flavinha, Sheila e Arthur Nory no SESC Jundiaí no mês de maio


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Fotos: Retiradas dos sites da Confederação Brasileira de Ginástica e Confederação Brasileira de Vôlei

O mês de maio será cheio de atrações no SESC Jundiaí. Três atletas que participaram dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no ano passado, estarão na unidade localizada no Jardim Botânico, receberá no dia 28 de maio, às 10h da manhã, a atleta do vôlei Sheila Castro, e no dia 31 – Dia do Desafio, às 19h os ginastas Arthur Nory e Flávia Saraiva, a Flavinha.

O evento com Sheila, bicampeão olímpica (2008 e 2012) será no ginásio do SESC, onde os presentes podem conversar com a atleta e ter a chance de praticar alguns saques e cortadas. Já a atividade com Flavinha e Nory, engloba um grande circuito multifuncional. O evento com os ginastas será necessário a retirada de senhas 30 minutos antes do evento, já que a atração será limitada a 200 pessoas.

Sheila Castro – Atua no vôlei desde 1997, começando a sua carreira no Mackenzie. A atleta, hoje de 33 anos, passando por Minas, Pesaro (ITA), São Caetano, Rio de Janeiro, Osasco e atualmente está sem clube.

Por times, sua conquista mais importante foram o título mundial pelo Osasco, em 2012. Na seleção, a carreira da atleta começou em 2002, quando disputou o Campeonato Mundial. Pela equipe nacional ela conquistou duas medalhas de ouro das Olímpiadas (2008 e 2012), sete Grand Prix, duas Copa dos Campeões, e um Pan-Americano.

Arthur Nory – Ginasta, atualmente com 23 anos, faz parte da equipe do Pinheiros e da seleção brasileria. Foi medalhista de bronze no solo nas Olimpíadas Rio 2016, pódio que teve Diego Hypolito, com a medalha de prata. Nory sempre foi apaixonado por esportes. Começou cedo, aos seis anos, sob influência do pai, ingressou no judô no Palmeiras, chegou a até ser faixa laranja (sexta graduação). Graças aos exemplos de Diego Hypolito e Daiane dos Santos, descobriu sua paixão pela ginástica aos 10 anos (2004).

Arthur ficou um ano nos dois esportes, mas resolveu dedicar-se inteiramente a ginástica, no individual geral que contempla seis modalidades (solo, salto, barra fixa, paralelas, argolas e cavalo com alças) demandando uma dedicação maior, com 7 horas de treinos diários. Sua dedicação e esforço deram frutos: foi 2º lugar na Copa do Mundo, na categoria individual geral e 4º lugar em salto nos Jogos da Juventude, além do bronze na Olímpiada no solo. Atualmente é o 4º no ranking mundial na modalidade barra fixa.

Flávia Saraiva – A jovem, de apenas 17 anos, começou a encantar o país nos Jogos Pan-Americanos de 2015, em Toronto. Em sua primeira apresentaçãoConquistou uma medalha de bronze por equipes e o bronze individual geral no Pan Americano 2015 - fato que não ocorria com uma brasileira havia 12 anos. Flávia conquistou desde então inúmeras medalhas em etapas de Copa do Mundo (a maioria delas de ouro)., na trave, classificou-se em primeiro lugar. Ano passado, ela participou das Olimpíadas tendo sido um dos destaques, comovendo a todos com seu carisma. Flavinha também conquistou um 5°lugar na trave e um 8° na competição por equipes. Em sua estreia, foi elogiada por Simone Biles – norte-americana destaque da modalidade, que disse que Flávia merecia a medalha de bronze na trave que ela havia recebido.

Neste final de semana, uma notícia triste ocorreu com Flavinha: ela uma lesão durante a Copa do Mundo de Ginástica, que está sendo disputada na Eslovênia. Flavinha era líder da classificação, mas em sua primeira acrobacia nas finais do solo torceu o tornozelo e acabou ficando na oitava posição. Um pouco antes, na final das traves, Flavinha também sofreu uma queda e terminou na quarta posição. A atleta preocupa para o próximo circuito da Copa do Mundo, que será disputado na próxima semana, na Croácia. Flavinha saiu com gelo no tornozelo do local. A pequena ginasta brasileira não saiu de mãos abanando da competição e conquistou um bronze nas barras assimétricas.

Evento de surf no último final de semana de maio – Nos dias 27 e 28 de maio, o SESC Jundiaí irá promover uma atividade bastante curiosa: o Surf Machine, onde a pessoa pode ter a sensação de surfar, sem precisar ir na praia (como todos sabem, Jundiaí não é uma cidade que fica no litoral). O evento nos dois dias será das 10h30 até 18h, no espaço radical do SESC Jundiaí.
Clima olímpico! Flavinha, Sheila e Arthur Nory no SESC Jundiaí no mês de maio Clima olímpico! Flavinha, Sheila e Arthur Nory no SESC Jundiaí no mês de maio Reviewed by Thiago Batista de Olim on 5/15/2017 12:45:00 PM Rating: 5

Anuncie aqui