Orlando Gaeta: Balanço sobre o Paulistão - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Orlando Gaeta: Balanço sobre o Paulistão

03/05/2017

Orlando Gaeta: Balanço sobre o Paulistão

Orlando Gaeta – Colunista do Esporte Jundiaí

O Campeonato Paulista vai chegando ao seu final. Lembro-me que quando o Carille aceitou o convite para retornar ao comando do Corinthians, ele prometeu uma equipe organizada sob o aspecto tático , uma vez que não podia contar com grandes contratações. Cumpriu e muito bem.

Dentro dos recursos deu um verdadeiro banho em seus concorrentes. Ao fazer uma análise mais profunda, o internauta perceberá que a essência da forma da jogar vem desde o Mano Menezes, aprimorado e melhorado pelo Tite e retomado pelo atual treinador. Os zagueiros sempre se destacam e o volante entra como elemento surpresa. Em 2017, Pablo e Rodriguinho.

Menção honrosa para o centroavante pivô, Jô. Corinthians e São Paulo eram os menos cotados entre os grandes, todavia com a superação, a equipe mosqueteira superou as expectativas na competição depois do apagão do Palmeiras, em Campinas, pela semifinal .

A grande decepção foi o Santos, pois tem o futebol mais vistoso , todavia problemas de relacionamento interno interferiram no rendimento. O São Paulo atravessa uma crise de identidade e é uma verdade incógnita para o Brasileirão.

A Ponte está longe de ser uma equipe equilibrada, uma vez que o setor defensivo é frágil, basta lembrar que tomou de cinco do São Paulo . Foi longe demais graças a alguns valores individuais.

Minha seleção do campeonato: Cássio, Arnaldo (Ituano), Pablo, Mina e Júnior Tavares; Fernando Bob, Rodriguinho e Clayson; Dudu, Jô e Pottker. Enfim, parabéns ao Carlão, revelado pelo Paulista, artilheiro da A-2 e com direito ao acesso pelo São Caetano.