Sub-17 de vôlei feminino de Jundiaí joga nesta 4ª. Treinador quer equipe definindo rápido - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Sub-17 de vôlei feminino de Jundiaí joga nesta 4ª. Treinador quer equipe definindo rápido

24/05/2017

Sub-17 de vôlei feminino de Jundiaí joga nesta 4ª. Treinador quer equipe definindo rápido


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Foto: Thiago Batista

As categorias sub-15 e 17 de vôlei feminino do Time Jundiaí entram em quadra nesta quarta-feira para enfrentar a Hípica, em Campinas, em rodada que começa às 15h30, em Campinas. O sub-15 jundiaiense ocupa a lanterna da competição, com 1 ponto ganho em 3 jogos, todos com derrotas (uma por 3 a 0, uma por 3 a 1 e outra por 3 a 2). Diferente do sub-17 do Time Jundiaí que soma 12 pontos, tendo vencido os 4 jogos que disputou (todos por 3 sets a 0).

Segundo o treinador do sub-17 do Time Jundiaí, Moacir Regra, era importante começar bem a competição. “A gente fez o dever de casa ao vencer os 4 jogos e em sets diretos. Agora teremos pela frente times fortes. Primeiro a Hípica, na qual perdemos na semifinal do Torneio Início. Depois Valinhos que ficou com o título e por fim o tradicional Sanjoanense. São equipes, como a gente que brigam por vaga na Série Ouro, onde estarão apenas os quatro melhores. E a gente que ser os dois melhores da Ouro, para estar no Estadual. Conscientizar as atletas que podemos sempre superar desafios, pois se não tiver desafio, fica fácil”, contou Moacir Regra.  

O técnico do Time Jundiaí nos quatro jogos anteriores observou alguns erros, como ocorreu contra o Nosso Clube de Limeira, no último sábado, quando chegou a ter de pedir tempo, para ajustar a sua equipe. “A gente não pode relaxar, para entrar no jogo do adversário. Para gente cada ponto conquistado ajuda na classificação, que pode ser determinante para a gente ter uma vantagem de jogar em casa nos playoffs”, contou ele, que espera seu time resolvendo os pontos de maneira mais rápida. “A gente tem que melhorar a nossa definição de ataque, finalizar em no máximo 3 jogadas, não provocar muitos ralis dentro do jogo. Para o público bonito ver ralis, mas a gente treinador quer definir na 1ª bola”, completou.