Conversão de 2 pontos impede 1ª vitória do Jundiaí Flag Football no Paulista - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Conversão de 2 pontos impede 1ª vitória do Jundiaí Flag Football no Paulista

04/06/2017

Conversão de 2 pontos impede 1ª vitória do Jundiaí Flag Football no Paulista


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí / Fotos: Thiago Batista

O Jundiaí Flag Football depois de quase dois meses voltou a atuar no Campeonato Paulista da modalidade. E por muito pouco não seu de campo com a vitória. Em partida super-equilibrada, o JFF perdeu do Piracicaba Cute Cutters por 8 a 6, neste domingo, no Antônio Marcussi. O jogo foi decidido numa conversão de dois pontos do time visitante, uma jogada arriscada, mas que teve sucesso.  Com o resultado, o JFF acumula duas derrotas, nas duas partidas que disputou e está em último na divisão Sul da conferência Caipira. Piracicaba com a vitória está em primeiro na divisão, com três vitórias. 


O jogo – Piracicaba marcou seu touchdown logo no começo da partida, e arriscou uma conversão de dois pontos em vez do extra-point. A ousadia deu certo, e o time abriu 8 a 0. Mas quem esperava atropelamento do time piracicabano se equivocou. O Jundiaí Flag Football lutou muito dentro da partida, lutou por cada posse de bola e foi premiado no 4º período, um passe de Molfoi, Ciro fez o TD. Mas para empatar a partida, o JFF tinha que arriscar também a conversão de 2 pontos, e não teve sucesso. No minuto final, Jundiaí teve a posse de bola no seu campo de ataque, mas Molfoi tentou um passe na linha de 20 jardas, para deixar sua equipe a um field-goal da vitória, mas Piracicaba conseguiu a interceptação e garantiu a vitória. 


Treinador orgulhoso – Após a partida, o treinador Luciano Santos, do JFF, falou com seus jogadores e na conversa expressou que gostou muito da exibição da sua equipe. “Estou orgulhoso com vocês, jogaram de igual para igual, contra um dos favoritos ao título da competição. Faltam 4 jogos para a gente, mas o campeonato não acabou para nós. Faltou isso (mostrando um sinal de pouco) para a gente vencer”, disse aos atletas.


“Faltou um pouquinho de detalhe. Uma recepção, um bloqueio. Pouco ficamos com a vitória. Ano passado a gente perdia de muitos pontos, hoje a gente já joga de igual para igual contra os grandes times do flag”, contou Luciano, ao Esporte Jundiaí.


Agora a meta do JFF é vencer os quatro jogos que restam para conseguir sua classificação como wild-card. “A divisão ficou difícil, com essa derrota, já que Piracicaba abriu 3-0. A gente tem confrontos diretos na conferência contra Ponte Preta e Ducks, e se a gente vencer os quatro jogos temos boas chances de conseguir a classificação aos playoffs”, disse o treinador.


O JFF volta a campo no dia 9 de julho, quando encara o Karakas Strong Bears, no SESC Interlagos, às 15h. Depois, joga em casa, no dia 6 de agosto, contra o Ducks. No dia 3 de setembro, encara o Unasp, em Americana. O JFF fecha sua participação na 1ª fase no dia 1º de outubro, em Taubaté, quando enfrenta a Ponte Preta.