Copa Lance Livre: Em jogo quente, Colorado marca 2 segundos do fim e está na final - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Copa Lance Livre: Em jogo quente, Colorado marca 2 segundos do fim e está na final

23/06/2017

Copa Lance Livre: Em jogo quente, Colorado marca 2 segundos do fim e está na final


Thiago Batista – Direto do Romão de Souza / Fotos: Thiago Batista

O Colorado está na decisão da Copa Lance Livre de futsal. De forma dramática, a equipe da Agapeama venceu o Asp-fut por 2 a 1, na noite desta sextafeira, no Romão de Souza. O gol da classificação saiu apenas dois segundos do final do jogo. Na final, o Colorado encara o DNA, que na outra série passou pelo São João (10-4 no agregado dos dois jogos). A decisão da competição terá os seus dois jogos no Romão de Souza, nos dias 3 e 5 de julho, a partir das 20h15.

Os dois times se quisessem a vaga no tempo regulamentar teriam que vencer a partida. O Colorado teria a vantagem do empate a seu favor apenas na prorrogação. O primeiro tempo foi muito quente dentro da quadra. Os dois times disputavam muito a posse da bola. Ninguém aliviava nas divididas. O Colorado abriu o placar logo com 4 minutos, na bola parada. Na jogada de escanteio, Michel, sozinho na área fez 1 a 0. O clube da Agapeama somente não ampliou o placar na etapa inicial, pois sempre puxou bem os contra-ataques, mas pecava no último passe. No último lance, antes do intervalo, na bola parada o Asp chegou ao empate, com Eri, em jogada de falta.

O clima quente continuou na etapa final. Uma partida muito mais falada do que jogada nos 10 minutos iniciais. Em apenas 4 minutos foram 5 faltas cometidas pelos dois times (Asp 3 a 2). Muitos dos momentos os jogadores estavam preocupados em discutir com a arbitragem e a partida dentro de quadra caiu de qualidade. Faltando três minutos para o encerramento do tempo regulamentar, os dois times estouraram o limite permitido de faltas (5 para cada lado). E as faltas no tempo extra não zerariam, seriam carregadas.

E expulsões também. Faltando 50 segundos, Décio foi expulso por segundo amarelo, deixando sua equipe com 4 jogadores apenas de linha no resto da parte regular do jogo. O cartão vermelho do jogador varzino foi fatal para sua equipe. Em uma jogada trabalhada pelo Colorado, que aproveitou o fato de ter um homem a mais, trocou passes com tranquilidade e a jogada terminou com a conclusão de Leandro. O gol da classificação do Colorado para a decisão.