Divino Salvador pode anunciar nesta semana sua saída do projeto do basquete feminino - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Divino Salvador pode anunciar nesta semana sua saída do projeto do basquete feminino

13/06/2017

Divino Salvador pode anunciar nesta semana sua saída do projeto do basquete feminino


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí / Foto: Thiago Batista

O Colégio Divino Salvador pode deixar o projeto que tem com o basquete feminino de Jundiaí e pode colocar até o fim do auto-rendimento da modalidade em Jundiaí. O Esporte Jundiaí apurou que a direção do colégio pode anunciar nesta semana em entrevistas à imprensa o encerramento da parceria entre a instituição e a modalidade no dia 23 de julho. Nos bastidores do basquete a notícia é forte, mas ninguém no colégio ou na comissão técnica da equipe confirma até está segunda-feira de oficialmente a informação. Uma pessoa que já trabalhou no projeto confirmou o Divino deverá anunciar o fim do projeto. Outra fonte que faz parte do projeto, mas preferiu não se identificar, confirmou que existem os rumores do fim da parceria.

O Divino está de 2005 como principal patrocinador do basquete feminino de Jundiaí Nos últimos anos, o projeto já vem sofrendo com cortes: se no início havia base completa e categoria adulto, atualmente somente tem a equipe sub-19 e time adulto, com várias atletas atuando nas duas categorias nesta temporada. O Colégio arca com o salário das atletas, enquanto a Prefeitura de Jundiaí paga as taxas de arbitragem, custos com a Federação e oferece ônibus para viagem das equipes sub-19 e adulto do basquete feminino. Como contra-partida a equipe defende a cidade nas competições, como será o caso dos Jogos da Juventude, no final do mês.

O projeto quase acabou na virada do ano passado para este ano. Em entrevista ao Jornal de Jundiaí, no dia 4 de novembro do ano passado, o padre Samuel Alves, a escola manteria os times sub-17, 19 e adulto (este ano não há sub-17) e que precisaria de um novo parceiro, com o investidor assumindo o custo dos três times de alto rendimento e o Divino ficando responsável apenas pelo projeto social. Mas até o momento o parceiro não foi anunciado. E agora o colégio pode estar saindo do projeto.