Thiago Batista: O Amador de Jundiaí precisa evoluir.... Pensar fora da caixinha - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Thiago Batista: O Amador de Jundiaí precisa evoluir.... Pensar fora da caixinha

06/06/2017

Thiago Batista: O Amador de Jundiaí precisa evoluir.... Pensar fora da caixinha


Por Thiago Batista – Esporte Jundiaí / Foto: Thiago Batista

Nos últimos dias um assunto virou moda em Jundiaí: o Campeonato Amador. A grande polêmica está a respeito sobre a taxa de arbitragem, que para o começo do torneio, os clubes terão que pagar. O assunto está dividindo os clubes, jogadores e amantes do futebol amador da cidade: alguns acham que os clubes têm que pagar a taxa e outros serem isentos.

O grande problema desta discussão é que o futebol amador se acostumou tanto com algumas isenções, que não foi preparado para uma mudança de cultura de uma hora para outra. E pelo andar da carruagem terá que mudar em 2017... Outro grande problema é que o ego ainda faz parte de alguns dirigentes. Para mim este é o principal problema.

Enquanto o ego de alguns for mais alto que outros, o Campeonato Amador de Jundiaí não vai andar como deveria. A competição tem tudo para ser um grande produto e até lucrativo para os clubes amadores da cidade. Sim, lucrativo. Existe interesse em tornar ele um produto, que pode ser rentável aos times da cidade.

A questão sobre a taxa de arbitragem poderia ser muito bem evitada, se os clubes em vez de discutir se tem que pagar a taxa ou não, se reunissem todos juntos, e unidos, fossem nas grandes empresas da cidade, e saber se tem interesse em patrocinar o nome da competição, como ocorre nas grandes competições futebolísticas mundiais (até o Brasileirão ano passado tinha um nome de patrocinador).

Acredito que unidos poderia conseguir um patrocinador para pagar 100% ou baratear boa parte dos custos da taxa de arbitragem e não dependesse de verba pública da Prefeitura para custeio dos árbitros (o que poderia deixar para a administração pública, o dinheiro da verba para outras melhorias nos centros esportivos, que é usado por todos os cidadãos, como por exemplo, uma manutenção ainda melhor dos gramados).

A divulgação do nome do campeonato com o nome do patrocinador ficaria a cargo dos clubes, pois nos dias atuais a grande maioria tem página no Facebook, e também da Liga Jundiaiense através de suas redes sociais e seu site.

É de se elogiar algumas inovações, como a divulgação da lista de atletas inscritos pelos clubes amadores por parte da Liga, mas existe muito a melhor seja por parte da entidade que gerencia o campeonato (e eles sabem que há coisas a serem melhoradas) e os times amadores.

O ego no futebol amador tem que diminuir drasticamente. Os pensamentos também, já que muitos pensam que estão ainda em 1987, mas na verdade já estamos em 2017, o mundo evoluiu, Jundiaí evoluiu, mas o Amador engatinha a passos lentos na evolução. Precisa ser mais rápido e ágil...jun