Futsal: Falcão revela que seleção brasileira terá nova comissão técnica a partir de 2ª - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Futsal: Falcão revela que seleção brasileira terá nova comissão técnica a partir de 2ª

28/07/2017

Futsal: Falcão revela que seleção brasileira terá nova comissão técnica a partir de 2ª


Na passagem por Jundiaí, o craque Falcão não deixou de falar sobre a seleção brasileira de futsal, que está sofrendo um processo de transformação. A modalidade após a campanha ruim na Copa do Mundo do ano passado, quando pela 1ª vez na história ficou de fora das semifinais, está vivendo uma eterna crise, que o camisa 12 espera que comece a ter fim na próxima segunda-feira, quando haverá a apresentação da nova comissão técnica, em Alphaville, região de São Paulo. Falcão não quis revelar o nome no evento, mas comenta-se que Marquinhos Xavier, de Carlos Barbosa, será o novo comandante. A informação é do site Gazeta Esportiva no começo da noite desta sexta-feira.

“Agora voltar a seleção para ajudar. Segunda-feira terá uma coletiva onde será apresentada toda a comissão técnica e o planejamento, como as diretrizes da administração. A gente com este retorno já conseguiu trazer patrocinadores e manter os jogos da seleção na tv, e mais quatro datas no ano que vem”, revelou o craque. “A gente espera tempos de melhora. Mas o futsal brasileiro precisa ser mais organizado, especialmente na questão do calendário. São muitas competições, e quem atua na seleção ainda sofre mais um pouquinho”, lembrou o goleiro, que tem grandes amigos em Jundiaí. “Sou muito amigo do Nenê e também do Andrezinho (recentemente atou pelo DNA na Copa Lance Livre)”, disse.

Falcão disse que deverá seguir nas quadras por 1 ou 2 anos e depois seguir na gestão esportiva. Sobre ser treinador, ele seria em apenas um lugar. “Treinador apenas na seleção brasileira, pois seria algo esporádico e quando eu parar quero curtir um pouco mais, fazer outras coisas e estar mais perto da família”, contou.

O camisa 12 disse que um dos seus grandes amigos é Nenê, ainda camisa 10 do Vasco, nascido em Jundiaí. Sobre o futuro do amigo, ele disse: “O Nenê está em mais dúvida do que eu sobre o seu futuro”, contou Falcão, que lembrou o seu grande jogo na Terra da Uva. “Foi pelo Corinthians, em 1994 ou 1995, enfrentando o São João, quando ganhamos por 6 a 4, e marquei 4 gols”, finalizou.