Luto no basquete jundiaiense. Atleta do Time Jundiaí morre aos 22 anos - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Luto no basquete jundiaiense. Atleta do Time Jundiaí morre aos 22 anos

10/07/2017

Luto no basquete jundiaiense. Atleta do Time Jundiaí morre aos 22 anos


O jogador Richard Silva Loureço, de 22 anos, do basquete masculino do Time Jundiaí, faleceu na madrugada deste domingo para a segunda-feira. A causa da sua morte ainda é desconhecida, segundo informações da comissão técnica da equipe jundiaiense. O Instituto Médico Legal (IML) fará autópsia no corpo para descobrir as causas da sua morte. O pai do atleta foi acordar ele, mas Richard estava sem vida. A notícia pegou a todos da equipe de surpresa.

Richard, com a camisa 8, em ação durante jogo do Campeonato da Associação Regional deste ano no Romão de Souza
O velório do Richard, será a partir das 17h30 na Avenida António Raimundo de Oliveira, número 385, no Jundiai Mirim. O enterro do atleta será amanhã, às 9h da manhã, no cemitério Parque dos Ipês.


Richard estava atuando pela equipe no Campeonato da Associação Regional, sempre com a sua camisa 8, onde Jundiaí está na liderança, tendo vencido os 5 jogos que disputou. O jogador há dois anos namorava a atleta do basquete feminino do Time Jundiaí, Gabriella Soares, que recentemente foi campeã paulista da 1ª divisão. Na semana passada, Richard colocou em sua rede social uma declaração de amor a Gabriella.


Richard desde os 12 anos atuava no basquete masculino de Jundiaí, na época ainda da Esportiva. “Ele fez base e jogou em todas as categorias. Aos 18 anos ficou um ano parado por motivos pessoais, mas retornou e jogou sub-21 e agora estava conosco no adulto”, lembra Edison Mina, que comandava Richard, na categoria adulto.

Componentes da comissão técnica do basquete masculino de Jundiaí lamentaram a partida de Richard, ainda muito cedo. “Foi um bom menino. Sempre treinava, gostaria basquete muito. Recebi a notícia com muita tristeza e surpresa. Semana passada jogamos juntos contra Arraras e tudo ficou muito bom. Nós ganhamos jogo. Não sei o que dizer, e a vida meu brother”, contou Dusan Radivojevic. “Um cara simples e sensacional. Amigo de todos. Sem palavras. Formidável", resumiu Mina.“Era um menino sensacional, gostava muito de basquete!!! Estava há muitos anos com a gente!!!Todos os meninos estão abalados”, disse Leonel Menezes, coordenador da modalidade e treinador do sub-19 do Time Jundiaí.