TV Tem informa que centro de excelência de basquete pode sair de Jundiaí e ir a Sorocaba - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: TV Tem informa que centro de excelência de basquete pode sair de Jundiaí e ir a Sorocaba

25/07/2017

TV Tem informa que centro de excelência de basquete pode sair de Jundiaí e ir a Sorocaba


Na edição desta terça-feira do Tem Notícias, a TV Tem informou que o centro de excelência de basquete que a Confederação Brasileira de Basquete deseja implantar pode não ser mais em Jundiaí. Segundo a emissora, Sorocaba pode ser a nova cidade a receber a obra. Douglas Brito, repórter e apresentador da TV Tem informou que uma reunião entre a secretaria de esportes de Sorocaba, dirigentes da Liga Sorocabana e Marcelo de Souza, diretor de executivo da CBB, no período da tarde, sendo que na pauta seria a construção do centro de excelência. A TV Tem ainda informou que a Prefeitura de Jundiaí disse desconhecer qualquer risco de perder o centro de excelência.

No começo de junho, a CBB declarou através do diretor executivo da entidade, Marcelo de Souza, que uma carta de intenção seria entregue para Jundiaí ser o local do centro de excelência. “A Prefeitura de Jundiaí já tinha uma área, tem um projeto aprovado e ficou muito à vontade ao ver o tamanho da seriedade da nova gestão da CBB”, disse na epóca. A carta não foi entregue, mas o prefeito Luiz Fernando Machado, há duas semanas, em entrevista a TV Tem, disse que estava disponível, e que era só marcar dia e horário, para receber os dirigentes da CBB para a entrega da carta.

O local do novo centro de treinamento seria na Vila Liberdade, onde fica atualmente o centro esportivo Antônio Ovídeo Bueno, local que está previsto para receber o centro de excelência do esporte. A expectativa era que o CT em Jundiaí possa estar pronto ao final do contrato para utilização da Arena Concórdia.

O centro de excelência foi anunciado que seria construído na cidade em dezembro de 2014, pelo então prefeito de Jundiaí, Pedro Bigardi. A cidade receberia uma verba de cerca de R$ 30 milhões para a construção. Mas até agora nenhum tijolo foi levantado. Segundo apuração do Esporte Jundiaí¸ a obra sofre com trâmites burocráticos e divergências entre a atual administração da Prefeitura e a empresa responsável pelo projeto – Fupam.

O centro de excelência, na administração Pedro Bigardi, tinha a expectativa de fazer a inauguração primeiro em maio de 2016, e depois no 2º semestre deste ano. O centro de excelência e vai ter um ginásio principal com quadra oficial, vestiários, área de Imprensa e arquibancada para mais de mil pessoas, visando estabelecer um local adequado para as práticas de alto rendimento na cidade.

Ao lado do ginásio vai haver um prédio anexo com quatro andares. O primeiro piso está previsto recepção lounge, restaurante, auditório e administração. O segundo abrigar academia, alojamento e vestiários, além de departamento médico e de fisioterapia. O terceiro é para contar com quatro quadras poliesportivas e o quarto piso vai ter alojamentos.