Com apoio de confederação, atletas de Jundiaí participam de clínica de rollerski no Bolão - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Com apoio de confederação, atletas de Jundiaí participam de clínica de rollerski no Bolão

29/10/2017

Com apoio de confederação, atletas de Jundiaí participam de clínica de rollerski no Bolão


Representantes da Confederação Brasileira de Desportos na Neve (CBDN) ofereceram, sexta-feira, duas clínicas de vivências para a modalidade rollerski para atletas do Time Jundiaí, da Unidade de Gestão de Esporte e Lazer. Foram realizadas atividades com os alunos do Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (Peama) e atletas de futsal (11 a 15 anos) do centro educacional, cultural e esportivo Nilo Macedo. A intenção das apresentações, realizadas no Nicolino de Lucca, Bolão, foi despertar o interesse pelos esportes de inverno entre os jovens jundiaienses.


Para a coordenadora de esporte educacional e de participação, Mariana Antonelli, a vivência com modalidades diferentes proporciona crescimento para os atletas. “O esporte favorece não só o desenvolvimento motor, como intelectual, cognitivo e social. O contato com atletas profissionais oferece aos alunos conhecimento de que, a partir do esporte, é possível conhecer outros países e culturas, fazer amigos, além de conhecer espaços da própria cidade, que até então são desconhecidos para eles”, detalhou.

O coordenador do Programa Olímpico e Paralímpico da CBDN de Ski Cross Country, Leandro Ribela, foi o responsável pela apresentação do esporte para os jundiaienses. “Em Jundiaí a modalidade já é praticada por pequenos grupos, como alguns atletas do Peama e um grupo feminino, no Parque da Cidade. É importante difundir a modalidade. A intenção da CBDN é criar núcleos de formação do esporte, com vistas para selecionar novos atletas olímpicos”, argumentou.

Jogador de futsal no Nilo Macedo, Gabriel Lira de Souza, 15 anos, sentiu dificuldades em conseguir se manter em pé com os equipamentos de Rollerski. “É muito difícil. São duas rodinhas distantes uma da outra, e isso é mais difícil que o roller, que tem as rodas próximas”, explica o adolescente, que já assistiu, pela TV, as disputas dos Jogos Olímpicos de Inverno. “São esportes diferentes e bem interessantes. É muito bom aprender coisas novas”, comentou.

Os alunos e os professores do Peama participaram desta vivência em torno do ginásio principal do Bolão. O esporte Rollerski, é um esqui adaptado com rodinhas que permite “esquiar no meio terrestre”. O equipamento é utilizado para o treinamento de esportistas de neve e permite simular o esporte, inclusive, com adaptações para tornar possível a prática por alunos de diferentes contextos.

Fotos: Divulgação – Prefeitura de Jundiaí