7 diretores estão deixando a Liga Jundiaiense de Futebol. Carta será entregue nesta semana - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: 7 diretores estão deixando a Liga Jundiaiense de Futebol. Carta será entregue nesta semana

06/11/2017

7 diretores estão deixando a Liga Jundiaiense de Futebol. Carta será entregue nesta semana

O documento de renúncia que será entregue a Liga Jundiaiense de Futebol
O Esporte Jundiaí obteve com exclusividade um documento onde sete membros pedem a sua renúncia dos cargos que foram eleitos para atual gestão da diretoria da Liga Jundiaiense de Futebol, que tem Sérgio Eduardo Aguiar, o Serginho Aguiar como presidente. A carta renúncia deverá ser entregue ao presidente da Liga ainda nesta semana – devendo ser já nesta terça-feira, disse uma das pessoas que está pedindo renúncia que prefere não ser identificada. Serginho Aguiar, presidente da Liga, disse a reportagem do Esporte Jundiaí que até está segunda-feira, nenhuma carta de renúncia de diretores da entidade foi entregue.

As assinaturas no documento de renúncia que será entregue
Pedem renúncia: Eduardo Guimarães Guedes (1º vice-presidente), Eduardo José bueno (2º vice-presidente), Alexandre Paulino de Oliveira (3º titular do Conselho Fiscal), Reginaldo Costa Pereira (3º suplente do Conselho Fiscal), Ivan Santos Silva Junior (1º titular da Junta Disciplinar), Claudinei José Marque (2º titular da Junta Disciplinar) e Eduardo Lemos (3º titular da Junta Disciplinar). Segundo o documento, o pedido de renúncia dos sete membros se deve que o presidente Serginho Aguiar “vem realizando e tomando decisões sem conhecimento da diretoria”, que assim resolveu pedir a sua saída da diretoria da Liga Jundiaiense de Futebol.

“Confirmo a minha renúncia” disse Alexandre Paulino, a reportagem do Esporte Jundiaí durante a semana.  Eduardo Guedes também confirma a sua saída da diretoria da Liga. “Na verdade toda essa situação começou a afetar minha idoneidade. Tenho um nome a zelar em Jundiaí e não posso ser ligado a escândalos de desvios. Até a apuração de todos estes processos o melhor para mim e me afastar e desligar, porque tudo que foi feito, nunca tive ciência de nada”, contou.

O presidente da Liga, Serginho Aguiar, comentou que caso a renúncia se confirme, existem suplentes para os cargos. “Se renunciaram tem suplente. E no atual estatuto, sempre tem um suplente. Se tem cargo vago, assume o suplente. Para vice-presidente assume secretário, para 2º vice-presidente o tesoureiro. E o boato era que até ontem eu renunciaria, mas eu continuo. A Liga tem 28 cargos, e tem suplente para todos, 14 a 14. Meu grupo está intacto. Não estou sozinho, tem muita gente do nosso lado. Não tem nenhum documento em mãos, se não mostraria”, comentou Serginho Aguiar.     

Nos bastidores do futebol amador, corre a informação que as sete pessoas estão pedindo renúncia devido a pressão de gente que atualmente faz oposição ao trabalho feito por Serginho Aguiar na Liga Jundiaiense. Ninguém entre os renunciantes quis confirmar tal situação.