Encerramento das Olimpíadas Estaduais Especiais destaca talentos do Peama - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Encerramento das Olimpíadas Estaduais Especiais destaca talentos do Peama

05/11/2017

Encerramento das Olimpíadas Estaduais Especiais destaca talentos do Peama


O sábado foi de muita festa para os 160 atletas que representaram 19 instituições durante a realização da etapa seletiva dos Jogos Estaduais das Olimpíadas Especiais. A iniciativa contou com o apoio da Prefeitura de Jundiaí por meio da Unidade de Gestão de Esporte e Lazer.

Foram três dias de muitas competições, onde não faltou a torcida principalmente para os atletas que integram o Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (Peama), competindo nas categorias feminino e masculino para natação, também no tênis de campo e bocha, com a participação de 40 atletas que se prepararam para a disputa que garantirá a participação na etapa nacional, a Special Olympics Brasil em 2018, no Rio de Janeiro, onde os classificados seguirão no ano seguinte para o evento mundial em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes.

“Estou muito feliz com o que pude acompanhar: cada atleta com seu brilho próprio fez desse momento algo único, de muita amizade e troca de experiências, um dos melhores dos últimos tempos. Foram três dias muito intensos graças à dedicação dos profissionais envolvidos, a Prefeitura de Jundiaí, a Escola Superior de Educação Física (Esef), o apoio do Lions Clube Jundiaí Norte, e os muitos voluntários”, disse o presidente da OEB, George Henry Castilho Millard.

Após a premiação aos melhores classificados nas modalidades, o sorteio final garantiu vaga na etapa nacional aos seguintes atletas do Peama que participaram das competições de natação e tênis de campo: Kaylany Gimenes da Silva; Paulo Cervantes; Mateus Pereira; Jéssica Oliveira; José de Lima; Letícia Elias; Ana Paula Louro; Daniel Mafra; Daniel Evangelim; Ruy Chaves Carneiro; Leonardo Loschi; e na bocha unificada, as atletas Lílian Odoni e Pâmela Turrini, acompanhadas pelas atletas parceiras Maria Delza Odoni e Denise Neves. O diretor de esporte adaptado, César Munir de Almeida, reforça que os treinamentos prosseguem seguindo a rotina diária dos atletas. “ A atividade física é fundamental para a inclusão, oferece muitas possibilidades e oportunidades, é saúde e bem-estar.”

Vitoriosa, primeiro lugar em nado livre, a atleta Jéssica Oliveira, 25 – acompanhada pela mãe Gabriela, sempre a fiel e emocionada torcedora – nada desde os 9 anos de idade. “Não esperava a vitória, depois ser sorteada para competir no Rio de Janeiro. Gosto demais do que faço, meu sonho é competir fora do país. Agradeço tudo o que sei à minha técnica Ana Lúcia e ao professor Juliano. Minha vida é a natação.”

Foto: Divulgação – Prefeitura de Jundiaí