Handebol: No “Nenho”, infantil feminino do Time Jundiaí joga 1ª da semi nesta 2ª feira - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Handebol: No “Nenho”, infantil feminino do Time Jundiaí joga 1ª da semi nesta 2ª feira

05/11/2017

Handebol: No “Nenho”, infantil feminino do Time Jundiaí joga 1ª da semi nesta 2ª feira


Nesta segunda-feira, a categoria infantil feminina de handebol do Time Jundiaí / Jundiaí Handebol Clube disputa a primeira partida das semifinais do Super Paulistão (Campeonato Paulista) quando encara o MESC de São Bernardo. O time jundiaiense mandará a partida na sua casa, no Pavilhão Esportivo Claudemir Santinatto, o Nenho. Não conhece este local? É o popularmente conhecido como Anexo do Bolão, mas o nome oficial do ginásio é este, através de uma lei municipal do final de 1988.

Por ter campanha inferior, o Time Jundiaí terá que decidir a série fora de casa, já que a segunda e terceira partidas estão marcadas para os dias 9 e 14 de novembro, em Guarulhos, sempre às 17h30. Pelo regulamento do torneio, se classifica a decisão o time que vencer os dois primeiros jogos, ou ganhar uma partida e empatar outra. Se ocorrerem dois empates, ou uma vitória para cada lado haverá a disputa do terceiro jogo, com o time de Guarulhos jogando com a vantagem do empate.

Na primeira fase, o MESC terminou em primeiro lugar com campanha perfeita: venceu os nove jogos que disputou, inclusive contra o Time Jundiaí, em casa, no dia 2 de junho, pela primeira fase – 28 a 12. A equipe jundiaiense fechou em 4º com cinco vitórias e quatro derrotas.  

Quem foi Nenho - Claudemir Santinatto, jogou futsal na Cosmar, quando este disputou o Campeonato Estadual. Ele defendeu a seleção de Jundiaí no futebol de campo nos Jogos Regionais nos anos 70. Em 1977, ganhou o Troféu Disciplina, por ser o jogador mais disciplinado da competição do Campeonato Amador de futsal. Em 1982, ele foi campeão do Campeonato Amador defendendo o Ipiranga, onde também diretor de esportes até o seu falecimento. O projeto de lei que dá o nome oficial do Anexo do Bolão de Pavilhão Esportivo Claudemir Santinatto, o Nenho é de novembro de 1988, e de autoria do então vereador Carlos Alberto Iamonti (este também já falecido).

Foto: Divulgação - Jundiaí Handebol Clube