Vai para leilão de novo... Justiça do Trabalho novamente coloca Jayme Cintra para leilão - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Vai para leilão de novo... Justiça do Trabalho novamente coloca Jayme Cintra para leilão

06/11/2017

Vai para leilão de novo... Justiça do Trabalho novamente coloca Jayme Cintra para leilão


Novamente o Paulista viverá momentos tensos neste ano. Divulgado inicialmente pelo site JundiAqui e depois confirmado pela reportagem do Esporte Jundiaí, o estádio Jayme Cintra, de propriedade do Paulista, foi colocado para leilão novamente, pela Justiça do Trabalho, em Campinas, no próximo dia 24 de novembro.

O valor de avaliação divulgado pela empresa Gilson Inumaru é de R$ 35.112.486,73 com lance mínimo de R$ 17.556.243,36. Já está aberto para ofertas - nenhuma foi feita até 16h30 desta segunda-feira, segundo conferir a reportagem do Esporte Jundiaí no link disponível – http://gilsonleiloes.com.br/externo/lote/detalhes/2393769. A descrição do leilão informa apenas a metragem de área construída (5,707 m²) e de terreno (32.520m²) e que fica localizando no Jardim Pacaembu. 52 visitas já haviam sido feitas na página do leilão.

É a segunda vez que o estádio Jayme Cintra vai a leilão. Em 27 de abril deste ano, o estádio foi a leilão, pelo mesma Justiça do Trabalho, em Campinas. O valor mínimo era quase o mesmo que atual – era de R$ 17.561.243,37, valor colocado agora. O estádio pode ir a leilão até três vezes. Se não for vendido nas três vezes que for a leilão, a Justiça determina uma nova forma de garantia da dívida.

O estádio Jayme Cintra foi penhorado em 2013. Na ocasião foi entregue à Justiça do Trabalho como forma de pagamento de dívidas trabalhistas. Na época, a dívida era de R$ 3,5 milhões. O leilão foi determinado pelo juiz da 3ª Vara do Trabalho de Jundiaí, que agrega vários processos. A dívida gira em torno de R$ 1,4 milhões. São 19 os reclamantes, que são eles: Eduardo Moreira Geraldo; Sindicato dos empregados de clubes esportivos e em Federações, Confederações e academias esportivas no estado de São Paulo, Vanderlei Mascarenhas dos Santos (ex-atacante do Paulista), Anderson Thiago de Souza (conhecido como Thiago, atacante que em 2015 defendeu o São Gabriel-RS) , Simone Fernandes de Araújo, Everton Luiz de Paulo (ex-zagueiro do Galo), Sandra Regina Hoffmann Pessoto, Gilmar do Amaral, Júlio César Antônio de Souza (ex-atacante), Felipe Monteiro Diogo (Felipe Sodinha - ex-meia), Luiz Mauro Cosentino Lacerda, Caio Rancoleta, Adinam Cardozo (ex-goleiro), Fabricio Rodrigues Da Silva (meia que no 1º semestre defendeu o Maringá), Caio Rancoleta, Matheus Galdezani (volante que está atualmente no Coritiba), Joao Henrique da Silva (atacante que no 1º semestre defendeu o rebaixado Rio Preto na Série A-2), Antônio Carlos Ribeiro, e Felipe Torres Julio.