Palmeiras e Ponte no Amador de Jundiaí pela 1ª vez se duelam numa final. Mas seus “pais”... - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Palmeiras e Ponte no Amador de Jundiaí pela 1ª vez se duelam numa final. Mas seus “pais”...

04/12/2017

Palmeiras e Ponte no Amador de Jundiaí pela 1ª vez se duelam numa final. Mas seus “pais”...

Palmeiras e Ponte Preta na final do Paulistão de 2008
Palmeiras do Medeiros e Ponte Preta da Agapeama pela primeira vez na história estarão se enfrentando numa decisão da Série A do Campeonato Amador de Jundiaí. Mas os dois clubes que dão origem aos times de Jundiaí, o alviverde de Palestra Itália e a Macaca de Moisés Lucarelli já se enfrentaram em finais no futebol profissional e este ano fizeram grandes duelos na base.

Em 2008, Palmeiras e Ponte Preta se enfrentaram na final do Paulistão. O alviverde de Palestra Itália venceu os dois jogos: 1 a 0, em Campinas; e 5 a 0, em São Paulo. Este ano, os dois clubes se enfrentaram na fase semifinal do Estadual, com a Ponte Preta vencendo no agregado dos dois jogos por 3 a 1, já que na ida, em Campinas, venceu por 3 a 0, e na volta, em São Paulo, perdeu por 1 a 0. Já Palmeiras do Medeiros e Ponte Preta da Agapeama se enfrentam neste século desde 2012, mas jamais fizeram um jogo de playoff.

Os dois clubes do Amador de Jundiaí têm escudos e cores parecidos com os seus “pais”. A Macaca jundiaiense tem símbolo e cores idênticos ao time de Campinas, já que a sua fundação tem a ver com o clube de Moisés Lucarelli, quando fundadores do clube da Agapeama receberam camisas da Ponte Preta. O Palmeiras do Medeiros usa a cor verde como o clube de Palestra Itália e tem um escudo muito parecido com uma única diferença: em vez de oito estrelas dentro do escudo, são seis, já que os dois clubes usam as estrelas dentro do seu símbolo para informar em qual mês foram fundados (o Palmeiras de Palestra Itália foi fundado em 26 de agosto de 1914, enquanto o alviverde do Medeiros foi fundado em 1º de junho de 1969).

Foto: Antonio Ledes