São José chega na região no 2º dia de 2018 e planeja toda sua logística antes da Copinha - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: São José chega na região no 2º dia de 2018 e planeja toda sua logística antes da Copinha

28/12/2017

São José chega na região no 2º dia de 2018 e planeja toda sua logística antes da Copinha


Serão 54 uniformes completos de jogo, pelo menos 60 camisas de passeio, outras 60 bermudas, mais 60 camisetas de treino e o mesmo número de calções para treinar. E quase uma centena de coletes de treino. Este é o material que o São José, clube de Porto Alegre, trará a Jundiaí para a sua estadia na cidade durante pelo menos a disputa na 1ª fase da Copa São Paulo de futebol junior. O time viaja para Jundiaí no dia 2de janeiro, com chegada prevista a Várzea Paulista (local onde o time ficará hospedado), às 14h. No dia 4 a equipe treinada por João Pedro Kaefer Lock estreia contra o Paulista, sediante do grupo 20 do torneio.

A bagagem tem ainda uma porção de pares de chuteiras, meiões extras e todo o material necessário para ataduras, dezenas de bolas e outros quetais. No ônibus, que parte às 21h de segunda-feira, no primeiro dia de 2018, estarão os 20 atletas que estarão dentro de campo e quatro integrantes da comissão técnica. Ainda estará presente  o coordenador Sérgio Chemale.

"Vamos superar todas as adversidades. Estamos partindo para um sonho que, tenho certeza, todos que farão parte deste grupo, estão prontos para realizar. A nossa parte e facilitar para que tudo dê certo", explica Serjão, como ele é conhecido entre os boleiros que seguirão para a principal competição de base do Brasil.

Desde que o São José foi confirmado na sua quinta participação na Copinha, a rotina do Sérgio tem sido a de organizar a papelada, estudar o regulamento e entender os meandros da competição. Com orgulho, ele carrega uma pasta completa, quase um dossiê da Copa São Paulo. "Teremos adversários duríssimos, mas nessa delegação estamos levando muito mais do que as bagagens ou uma delegação de futebol. Estamos carregando um grupo com um perfil marcado pela superação. Não há jogadores com histórico de facilidades ou tratamento diferenciado. Todos ralaram para estar aqui e a Copinha é uma oportunidade de ouro. Tenho certeza que esses meninos estão prontos para surpreender", diz o coordenador.

Cabe ao coordenador botar ordem das cinco refeições diárias, os espaços a serem reservados para o pré e pós jogo no hotel onde a delegação ficará hospedada, além de dar aquela força na logística desde a rouparia até o preparo dos atletas. "É uma missão que vale à pena", garante Serjão.

A equipe sub-20 faz um jogo-treino com a equipe profissional na manhã de sexta, e ainda treina no sábado. A folga para o Reveillon será somente no domingo. E segunda, todos se apresentam para a jornada até São Paulo, depois Várzea Paulista para jogar pelo menos por uma semana no estádio Jayme Cintra, em Jundiaí. 

Foto: Divulgação - Esporte Clube São José