Vai ser no Dal Santo! 2º jogo da final da Série A será na Vila Rami e com super esquema - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Vai ser no Dal Santo! 2º jogo da final da Série A será na Vila Rami e com super esquema

13/12/2017

Vai ser no Dal Santo! 2º jogo da final da Série A será na Vila Rami e com super esquema


Negociações foram tentadas desde segunda-feira para a que a segunda partida da decisão da Série A do Campeonato Amador de Jundiaí fosse no estádio Jayme Cintra. Mas em 2017, nenhuma partida da competição será disputada na “casa do Paulista Futebol Clube”, e assim Palmeiras do Medeiros e Ponte Preta da Agapeama irão decidir o título da competição no Dal Santo, no próximo domingo, a partir das 10h20 da manhã. A tentativa de mudar o local do jogo tinha como principal motivo a segurança, já que se avaliou que o “Jaymão” seria o melhor local para receber a partida, dando conforto para as duas torcidas, e também evitar conflitos entre integrantes das mesmas, e também um conforto os amantes do futebol amador que desejam assistir à final. O Esporte Jundiaí na tarde da última terça-feira trouxe a notícia que negociações estavam sendo tratadas de levar o jogo ao Jayme Cintra. A confirmação ocorreu às 13h10 por parte do presidente da Liga, Serginho Aguiar.

O Paulista decidiu não ceder o Jayme Cintra para preservar o seu gramado, que recentemente passou por reforma, para a disputa da Copa São Paulo de futebol junior, a partir de 4 de janeiro. O local somente foi liberado para receber jogos na quarta-feira passada, quando ocorreu a decisão da Copa Ouro de futebol. O Paulista avaliou que o gramado ainda precisa ser preservado até a Copinha, e por isso optou por não liberar o estádio para receber a decisão do Amador.

A Liga Jundiaiense de Futebol divulgou também que haverá um esquema forte de segurança para o segundo jogo da final. Todas as pessoas - sejam torcedores ou apenas frequentadores do centro esportivo Francisco Dal Santo, terão que passar por revista da Guarda Municipal.  Haverá um maior rigor quanto a entrada de fogos de artifício, bombinhas ou bombas e haverá controle para a entrada de bebidas alcoólicas - é proibido o consumo nos centros esportivos.

As torcidas também ficarão em locais separadas, como também as suas entradas serão diferentes. Mandante do jogo, a torcida do Palmeiras, ficará atrás do gol de entrada do Dal Santo, enquanto visitante pela tabela, a torcida da Ponte Preta ficará na arquibancada central do centro esportivo. Jogadores, dirigentes dos clubes e da Liga, autoridades municipais e profissionais da imprensa terão uma entrada exclusiva no domingo.



As negociações entre Prefeitura de Jundiaí – através da Unidade de Gestão de Esporte e Lazer, Liga Jundiaiense de Futebol e Paulista Futebol Clube começaram na última segunda-feira. Os motivos foram o bom público que já ocorreu no 1º jogo da decisão, e também pequenos conflitos foram registrados entre torcedores na 1ª partida, e para se evitar um tumulto no 2º jogo – dependendo do resultado da partida, se avaliou que o Jayme Cintra seria um lugar mais apropriado para receber o confronto. Com o veto do jogo, a casa do Galo, medidas de segurança serão tomadas para a segunda partida – serão anunciadas nas próximas horas pelos responsáveis pela segurança da decisão.

Em virtude do empate sem gols no primeiro jogo, no último no Dal Santo, para a segunda partida da decisão, o Palmeiras do Medeiros joga com a vantagem da igualdade, em virtude de ter sido o primeiro colocado na fase de classificação; enquanto para a Ponte Preta da Agapeama apenas a vitória – por qualquer marcador interessa.