Sindicato dos Atletas Profissionais de SP é contra 4ª divisão estadual ser sub-23 - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Sindicato dos Atletas Profissionais de SP é contra 4ª divisão estadual ser sub-23

24/01/2018

Sindicato dos Atletas Profissionais de SP é contra 4ª divisão estadual ser sub-23

Elenco do Paulista se apresentou nesta semana e no momento somente tem atletas até 23 anos para disputa a 4ª divisão
Na próxima terça-feira ocorrerá o conselho técnico do Campeonato Estadual da 4ª divisão, competição na qual a partir de 2018 a Federação Paulista chamará oficialmente de Campeonato Paulista sub-23 de futebol profissional da Segunda Divisão. Pelo segundo ano consecutivo a Federação Paulista tentará tornar a competição limitada a atletas até 23 anos completos em 2018. Mas o Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp) é contra a medida e novamente irá batalhar para o torneio possa ter a participação de atletas acima dos 23 anos.

No ano passado, a Federação fez valer no regulamento a limitação para jogadores até 23 anos completos no ano da disputa para participar da 4ª divisão estadual. Mas poucos dias antes da bola rolar, o Sapesp entrou com uma medida cautelar que foi concedida pelo Tribunal Regional do Trabalho, que depois foi ratificada em sentença e valeu até o fim da competição.

Segundo nota envidada da assessoria de imprensa do Sindicato, o Sapesp disse que novamente será contra essa determinação de idade para a competição. “O sindicato já mostrou que não aceita tanto que ajuizou uma ação civil pública ano passado dando a condição aos clubes - numa decisão favorável em caráter liminar, depois ratificada em sentença - para que eles pudessem contratar e pôr para jogar os atletas profissionais acima de 23 anos. Não se sabe porque não houve um único atleta profissional jogando, tivemos informação que já haviam sido contratados. Essa é uma boa pergunta para se fazer aos clubes”, afirmou Rinaldo Martorelli, presidente da entidade. “Estamos estudando alguma medida judicial enquanto esperamos a decisão no recurso”, completou. O Sindicato declarou que na temporada passada clubes e jogadores procuraram a entidade para reclamar da medida.

Para o Sindicato a medida da Federação demonstra uma posição que prejudica o futebol no quesito de proporcionar postos de trabalho. “A Federação deveria trabalhar para aumenta-los e não diminuí-los, esse seria o papel institucional da entidade e seus clubes filiados”, disse Rinaldo.

Os clubes participantes da 4ª divisão estadual tem a informação que o Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo recebeu o convite para participar do conselho técnico da próxima terça-feira. Mas segundo a assessoria de imprensa, o Sapesp ainda não recebeu o convite formal para participar da reunião de terça-feira.

Mas o Sindicato já avisou, que caso seja preciso novamente entrará com medidas para derrubar a limitação até 23 anos. “Se necessário entraremos sim. Há um problema judicial nisso e dele recorremos ao Tribunal Regional do Trabalho em sua segunda instancia. A sentença definitiva do processo, equivocadamente restringiu seus efeitos ao ano de 2017 sendo que o pedido era para período indefinido. Assim, o Tribunal Regional do Trabalho pode reformar a sentença não sendo preciso de uma nova ação”, contou o presidente do Sapesp.