Thiago Batista: Esse time do Paulista já vi render mais. E atuando sem centroavante - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Thiago Batista: Esse time do Paulista já vi render mais. E atuando sem centroavante

06/01/2018

Thiago Batista: Esse time do Paulista já vi render mais. E atuando sem centroavante


Posso escrever tranquilamente sobre essa equipe do Paulista que está disputando a Copa São Paulo de futebol junior, já que assisti todos os jogos em Jundiaí do Estadual sub-20, Copa Ouro e dos jogos treinos de preparação para a Copa São Paulo. Esse time do Galinho pode jogar mais, mas muito mais do que rendeu na última quinta-feira. O futebol apresentado na estreia da Copinha foi de apenas 30% do que esse time já rendeu durante o 2º semestre de 2016. Só que é um time que apresenta melhor futebol sem centroavante.

No Estadual sub-20, as melhores partidas da equipe do Tricolor foram sem o chamado centroavante de área, o tal camisa 9. E acredito que o Galinho nesta Copa São Paulo pode funcionar melhor sem um pivô na área. Exatamente como o Paulista da Copinha de 2016.

O time de Umberto Louzer jogou mais futebol no momento que tirou Matheus Sylvestre, um jogador forte, que atua de costas para o gol, para a entrada de Molter, que deu mobilidade para a equipe, que parou de vencer por 1 a 0, para ganhar de 2 a 0 e golear o Batatais na semifinal por 5 a 1.

A melhor atuação no 2º semestre da equipe dirigida por Sérgio Caetano, na minha opinião, foi justamente sem centroavante, quando ganhou do Osasco Audax por 3 a 1. Foi assim que o Paulista terminou o Estadual, ficando próximo de garantir a vaga aos playoffs. Era um time que tinha Murilo e Carlinhos na meia-armação com Vinicius Fleck e Gil nas pontas. Mas os dois pontas em todo momento apareciam na área, e os dois meias pisavam na área toda área.

Na Copinha, Sérgio Caetano não pode ter Carlinhos, que estourou a idade (fará 21 anos este ano), mas tem Quadrado, que traz mobilidade ao meio-campo (sabe marcar e ir ao ataque) e atuou bem nos primeiros 25 minutos da estreia. Depois como toda equipe do Galinho caiu de rendimento.

Acredito que Sérgio Caetano fará mudanças na equipe. Luizinel deverá perder a condição de titular, até porque em jogos válidos por competições da Federação Paulista, com a camisa do Galo ainda não fez gol. Na Copa Ouro ele fez 8 gols, mas o nível técnico da competição foi baixo (Paulista venceu uma equipe sub-17 de 14 a 0. lembramos).

O Red Bull Brasil pelo que vi, é uma equipe que atua com 3 zagueiros, que jogam muitos abertos. Os defensores da direita e da esquerda em vários momentos ficam colocados a linha laterais – quase são laterais, quando o time tem a bola. São zagueiros que procuram sair com a bola no chão, mas Áquila, que atua pelo lado direito é pesado e um pouco lento. Talvez a velocidade, seja a arma para o Paulista vencer o jogo deste domingo. O Avaí no final, sem uma referência dentro da grande área ganhou o jogo do Red Bull. Arma que o Galinho pode usufruir no domingo.  Mas uma coisa é certa: essa equipe do Galinho pode render mais sim. E o torcedor do Galo tem que dar um voto de confiança e ir domingo ao estádio Jayme Cintra para apoiar.