Após eliminação, ex-Paulista corre risco de demissão do cargo de técnico do Botafogo - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Após eliminação, ex-Paulista corre risco de demissão do cargo de técnico do Botafogo

07/02/2018

Após eliminação, ex-Paulista corre risco de demissão do cargo de técnico do Botafogo


Ex-jogador do Paulista, quando adotava a alcunha de Felipe Tigrão, o agora Felipe Conceição, está próximo de ser demitido do cargo de treinador do Botafogo, após a eliminação, ainda na primeira fase da Copa do Brasil, ao ser derrotado por 2 a 1 para a Aparecidense, na última terça-feira. A pressão em cima do presidente Nelson Mufarrej é muito grande, principalmente porque o treinador optou por uma mudança de esquema até então não utilizada.

Diante da Aparecidense, na primeira decisão para o Botafogo no ano, Felipe optou pelo inédito esquema com três zagueiros, que especialmente no segundo tempo não deu certo. O treinador rebateu, em entrevista, após a partida, que não tem medo de perder o emprego. "Não temo pelo meu trabalho. Penso em tirar lição, que o grupo cresça e que a gente consiga reverter essa situação já sábado. Temos que ser forte suficiente para assumir as coisas que acertamos e erramos. E buscar melhorar, que isso traga lições para a gente. Temos que usar isso como mola para impulsionar a reação, e não ficar na tristeza, no sabor da derrota até sábado", disse Felipe, já falando das semifinal da Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca, neste sábado, às 16h30 (de Brasília), no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

A demissão de Felipe, porém, abriria margem para uma grande discussão interna. Metade da diretoria defende que Eduardo Barroca, técnico sub-20 e que era um dos assistentes de Jair Ventura, assuma o cargo. Mas há quem fale em um investimento maior, auxiliado por patrocinadores, para buscar um nome mais cascudo – o nome de Cuca é o mais forte para esta ala.

Foto: Divulgação - Vítor Silva/SSPress/Botafogo