Em protesto a demissão de colega, Vagner Mancini faz minuto de silêncio em coletiva - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Em protesto a demissão de colega, Vagner Mancini faz minuto de silêncio em coletiva

10/02/2018

Em protesto a demissão de colega, Vagner Mancini faz minuto de silêncio em coletiva



Após a primeira derrota do Vitória na temporada, neste sábado, para o ABC, em Natal, por 3 a 1, pela 3ª rodada da Copa do Nordeste, o ex-treinador do Paulista, Vagner Mancini, atualmente comandante do time baiano, antes de começar a coletiva de imprensa, fez um minuto de silêncio, em solidariedade ao técnico Oswaldo de Oliveira, demitido na sexta-feira, do cargo de técnico do Atlético Mineiro.

“Antes de mais nada, gostaria de fazer um protesto. E essa fita branca no meu braço é exatamente por isso, em apoio ao Osvaldo de Oliveira, a Federação Brasileira de Treinadores de Futebol está apoiando o Osvaldo de Oliveira nessa relação que tem que ser, técnico-imprensa, bem sucedida. Então vou ficar alguns segundos em silêncio, só para que se faça o protesto e depois eu faço normal a coletiva”, afirmou Mancini.

Sobre a derrota, a primeira no ano, o treinador lembrou que a temporada no futebol brasileiro está apenas começando. “Eu diria que é um início de temporada e que a derrota faz parte do futebol. É lógico que a gente fica chateado, não gosta. Mas a gente tem que ver os méritos também do ABC, que jogou bem organizado, chegou a uma vitória merecida. Mas o Vitória tem... Já são oito ou nove jogos no ano, vinha de atuações belíssimas. Hoje não foi tão bem. E que essa derrota sirva para que a gente possa acertar ainda mais a equipe”, contou.  O Vitória volta a jogar na quinta-feira, contra o Corumbaense, no Barradão, pela segunda fase da Copa do Brasil. Em seguida, o Rubro-Negro tem um clássico contra o Bahia pelo Campeonato Baiano.

Foto: EC Vitória