Thiago Batista: Vocês querem defender ainda a Copa do Nordeste e Estaduais? Querem? - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Thiago Batista: Vocês querem defender ainda a Copa do Nordeste e Estaduais? Querem?

12/02/2018

Thiago Batista: Vocês querem defender ainda a Copa do Nordeste e Estaduais? Querem?



Quero começar este texto apresentando números. E apenas números, para mostrar o quanto são “lixo” (LIXO, LIXO, LIXO para deixar bem explicito) o que chamamos de competições profissionais os Campeonatos Estaduais e Copa do Nordeste (e pode colocar junto a Copa Verde).

6ª rodada do Campeonato Paulista (jogos na quarta anterior ao Carnaval, sexta e sábado de Carnaval):
Maiores públicos
Mirassol x Palmeiras = 11.966 pagantes
São Paulo x Bragantino = 10.278 pagantes (foi na quarta-feira anterior ao Carnaval)
Santo André x Corinthians = 8.318 pagantes

6ª rodada do Campeonato Paulista - Piores públicos
São Caetano x Red Bull = 1.746 pagantes
Ponte Preta x Novorizontino = 2.536 pagantes (não pode torcida visitante)
Botafogo de Ribeirão x Ituano = 2.584 pagantes

2ª rodada da Copa do Nordeste (jogada nas duas terças, quartas e quintas anteriores ao Carnaval):
Maiores públicos
Botafogo-PB x Náutico = 6.653 pagantes
CRB x Confiança = 6.274 pagantes
Ceará x CSA = 5.037 pagantes

Semifinal da Taça Guanabara – 1º turno do Campeonato Carioca (jogos na quinta e sábado de Carnaval)
Flamengo x Botafogo = 5.460 pagantes
Boavista x Bangu = 2.145 pagantes
Total: 7.605 pagantes na soma das semifinais da Taça Guanabara

Piores públicos
Sampaio Corrêa x Salgueiro-PE = 922 pagantes
Altos-PI x Bahia = 1.421 pagantes
ABC-RN x Globo-RN = 2.015 pagantes

- O maior público da 2ª rodada Copa do Nordeste (que não ocorreu durante o Carnaval) não chega ao top-3 de uma rodada carnavalesca no futebol paulista
- Jogos de Corinthians e Palmeiras, sozinhos, superam uma semifinal de turno do Carioca.
- O maior público da semifinal da Taça Guanabara seria top-3 de uma partida de 2ª rodada da fase de grupos da Copa do Nordeste
- O pior público da rodada carnavalesca do Campeonato Paulista seria apenas o 3º pior público da 2ª rodada Copa do Nordeste
- Muito pouco para o futebol brasileiro ter como maior público entre dois torneios estaduais/regionais, um jogo com menos de 12mil pagantes

Agora média de público, renda líquida e renda bruta de algumas competições estaduais/Regionais neste início da temporada, dados extraídos do site Sr. Gool, às 15h deste domingo:

Campeonato Paulista
Média de público: 7.717
Média de renda líquida: R$ 173.419,34
Média de renda bruta: R$ 331.350,96

Campeonato Mineiro
Média de público: 5.996
Média de renda líquida: R$ 69.263,00
Média de renda bruta: R$ 121.307,07

Campeonato Paraense
Média de público: 4.617
Média de renda líquida: R$ 74.782,96
Média de renda bruta: R$ 117.141,00

Campeonato Paranaense
Média de público: 3.117
Média de renda líquida: R$ 3.783,97
Média de renda bruta R$ 78.678,32

Copa do Nordeste
Média de público: 3.101
Média de renda líquida: R$ 9.403,03
Média de renda bruta: R$ 45.479,05

Campeonato Goiano
Média de público: 3.076
Média de renda líquida: R$ 31.399,37
Média de renda bruta: R$ 65.868,79

Campeonato Gaúcho
Média de público: 2.853
Média de renda líquida: R$ 49.391,66
Média de renda bruta: R$ 92.529,88

Campeonato Cearense
Média de público: 2.841
Média de renda líquida: R$ 5.451,19
Média de renda bruta: R$ 30.628,40

Campeonato Catarinense
Média de público: 2.746
Média de renda líquida: R$ 18.463,68
Média de renda bruta: R$ 60.597,58

Campeonato Baiano
Média de público: 2.364
Média de renda líquida: R$ 3.266,21
Média de renda bruta: R$ 38.759,69

Campeonato Carioca
Média de público: 1.881
Média de renda líquida: - R$ 32.866,61
Média de renda bruta: R$ 51.506,75

Campeonato Pernambucano
Média de público: 1.156
Média de renda líquida: R$ 18.409,74
Média de renda bruta: R$ 28.320,72

Copa Verde
Média de público: 1.013
Média de renda líquida: R$ 1.148,36
Média de renda bruta: R$ 12.991,88

Estes dados acima mostram:
- Copa do Nordeste tem média de público quase semelhante ao Campeonato Goiano, e perde para os Campeonatos Paranaense, Paraense, Mineiro e Paulista
- Campeonato Carioca é superado pelo Campeonato Baiano e é o único desta lista que tem renda líquida negativa (ou seja, os times têm prejuízo quando abrem o estádio)
- Copa Verde tem média pouco superior a mil pessoas

Com isso tudo, e triste ver que o futebol brasileiro neste começo do ano, não tem um torneio com média de público aceitável, que seria 10mil pessoas. O Campeonato Paulista tem média abaixo de 8mil. A Copa do Nordeste, que dizem ser um sucesso de público, é um verdadeiro fracasso. Ou média de 3.101 torcedores por jogo é um sucesso em algum lugar do mundo? Claro que não, é um fracasso. E a Copa Verde 1.013 média de público, para um torneio regional.

Por isso, Campeonatos Estaduais/Copa Regionais são um lixo (LIXO, LIXO, LIXO) completo do nosso calendário. Somente atrapalham. Derrubam treinadores, jogos um em cima do outro, sem uma qualidade mínima. Clubes pequenos com calendário de dois meses de futebol profissional (ou seriam clubes amadores, que jogam um torneio de dois meses no ano?). E os torcedores, sejam de grandes e pequenas equipes, pouco se lixando para estes torneios. E aqueles que se ligam, se enganam com performances apresentadas pelas suas equipes nestas verdadeiras porcarias. Aliás chamar Estaduais/Copa Regionais de porcarias ainda é elogio, pois são torneios que deveriam ser extintos.

Há mais e as equipes que não estão nas Séries A, B, C e D do Brasileirão. Estes times não podem ser extintos. Deveriam todas, todas mesmo (inclusive o Paulista de Jundiaí, campeão da Copa do Brasil de 2005 e hoje participante da 4ª divisão do Campeonato Estadual) seriam incluídos na 5ª divisão do Brasileirão, a Série E, jogando boa parte do ano – de março até novembro, e não no verão de janeiro e fevereiro como ocorrerá com 90% dos clubes. Pois muitos clubes apenas vivem um conto de Carnaval. Mas equipes de futebol deveriam durar mais quem um Carnaval, e sim a Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Pais e outras festas....