Com apenas 29% dos dirigentes dos times, reunião define taxa para adequação aos profissionais - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Com apenas 29% dos dirigentes dos times, reunião define taxa para adequação aos profissionais

19/03/2018

Com apenas 29% dos dirigentes dos times, reunião define taxa para adequação aos profissionais



Com a presença de apenas 29% dos dirigentes dos times – apenas representantes de 7 dos 24 clubes da Série A do Campeonato Amador de Jundiaí, ocorreu nesta segunda-feira, na sede da Liga Jundiaiense uma reunião com os times participantes. No encontro, o principal ponto chegou-se a uma definição – os jogadores que tiveram algum vínculo com o futebol profissional e estiveram registrados na Federação como profissionais, os clubes terão que fazer uma adequação para o atleta estar liberado a atuar no amador. Ficou definido o valor de R$ 500 por atleta nesta adequação. Segundo a entidade, do total do valor arrecadado para esta adequação, metade será para custeio da entidade, e a outra metade para premiação das Séries A e B deste ano. Estiveram presentes apenas os dirigentes dos seguintes clubes: Vila Cristo, Cruzeiro Morada, Vila Ana, Jamaica, Bahia, Atlético Medeiros e Doze da Vila.

Na reunião, Serginho Aguiar revelou que dois clubes podem não disputar a Série A do Campeonato Amador – Águia Negra – da Vila Hortolândia, e Cruzeiro da Vila Maringá. Caso estes dois clubes não disputem, a competição terá apenas 22 times. O Estrela da Ponte segundo a Liga Jundiaiense irá disputar o torneio nesta temporada.


Também foi informado aos dirigentes presentes a comissão de clubes das duas séries. Na Série A, a comissão terá Rodrigo Alves - treinador do Palmeiras do Medeiros, Marcel Pires - dirigente do Vila Cristo e Dentinho – presidente da Ponte Preta. Na Série B, a comissão terá Wilson - do Cruz Azul, Maurício – do Mil e Quarenta e Claytinho – atualmente no Lyon. A Liga informou que nunca um time B poderá estar na mesma divisão ou em série acima que a equipe A – este ano o Amador de Jundiaí terá dois times B: Real Doze e Vila Ana, que estarão atuando na Série B.

A competição tem início previsto para 29 de abril – data de liberação dos campos dos centros esportivos por parte da Prefeitura de Jundiaí. A Liga Jundiaiense pretende uma semana antes, no dia 22 de abril, realizar uma festa de abertura com a presença de atleta, treinadores, integrantes de comissão técnica e jogadores dos clubes participantes das duas séries.


Os clubes da Série A tem até está terça-feira (20 de março) para acertar as inscrições de jogadores perante a Liga Jundiaiense para que possam ter condições de atuar na 1ª rodada, já que o processamento destas inscrições junto a Federação começará a ser feito na quarta-feira.