Ex-volante do Paulista irá rever um velho rival de playoff de Campeonato Paulista - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: Ex-volante do Paulista irá rever um velho rival de playoff de Campeonato Paulista

17/03/2018

Ex-volante do Paulista irá rever um velho rival de playoff de Campeonato Paulista



Quando o assunto é enfrentar o São Paulo, o volante Cristian tem grandes recordações. O jogador revelado nas categorias de base do Paulista jjá marcou cinco vezes no adversário do São Caetano deste sábado, às 16h, no Anacleto Campanella, pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Foram três redes balançadas com a camisa do Corinthians, uma pelo Paulista e outra pelo Atlético-PR.

“Fiz gol contra o São Paulo quando estava no Paulista de Jundiaí, no Atlético-PR e no Corinthians, sendo muito feliz. Espero que não só eu, mas o grupo todo, saia feliz mais uma vez. Esperamos fazer um bom jogo para depois conseguir a classificação”, afirmou Cristian em entrevista ao site Lancenet.

A primeira vez que Cristian marcou um gol sobre o São Paulo foi no Estadual de 2005: aos 29 minutos do segundo tempo ele tabelou com Léo, entrou livre na área e na saída de Rogério Ceni tocou no cantinho, para fazer 2 a 1 para o Tricolor de Jundiaí naquele momento, em duelo disputado no Jayme Cintra – jogo terminou 2 a 2, um empate que foi considerado bom pelo São Paulo, que foi campeão estadual, da Libertadores e Mundial naquele ano – O Paulista venceu na mesma temporada a Copa do Braisl.

Pelo Campeonato Paulista de 2009, foi de Cristian o gol que garantiu a vitória do Corinthians, em virada por 2 a 1, na semifinal. O Timão acabou campeão naquele ano. Em belo chute de fora da área, o volante deixou sua marca, superando Rogério Ceni. O último dele diante do Tricolor aconteceu em 2015, em goleada por 6 a 1 sobre o rival, ao converter pênalti em Denis, na Arena Corinthians. Na ocasião, o Alvinegro levou o título do Campeonato Brasileiro.

Em sua estreia com a camisa do Azulão, diante do Criciúma, pela Copa do Brasil, Cristian teve um problema no tornozelo esquerdo e precisou ficar no departamento médico nos últimos dias. Recuperado, ele volta a ficar à disposição para o momento decisivo do Paulistão.

“Para mim, foi um pouco complicado, pois tinha saído do Grêmio e entrei em férias com a família. Estava no Mundial, depois fiquei sem treinar e no São Caetano o pessoal já fazendo a pré-temporada. Então, pintou a oportunidade de ir treinar no clube e tive de correr atrás do prejuízo para adquirir a melhor condição para um campeonato curto. Agora estou bem melhor, me sentindo bem, já com melhor ritmo de jogo e preparado se o Pintado precisar de mim”, finalizou o volante de 34 anos.