#4ªDivisão - Sérgio Caetano sinaliza Paulista como ataque novo no jogo deste sábado - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #4ªDivisão - Sérgio Caetano sinaliza Paulista como ataque novo no jogo deste sábado

19/04/2018

#4ªDivisão - Sérgio Caetano sinaliza Paulista como ataque novo no jogo deste sábado



No treinamento desta quarta-feira, o treinador Sérgio Caetano sinalizou que o Paulista terá uma escalação bastante diferente no setor ofensivo, para o confronto deste sábado, contra o União de Mogi, às 15h, no estádio Jayme Cintra. Sem os atacantes Vinicius Fleck e Ronaldo, lesionados, o técnico deverá colocar na parte mais avançada do time o recém-contratado Wallace e o lateral/meia Nathan - que volta após cumprir suspensão na rodada passada.

Porque das mudanças
Vinicius Fleck com incomodo na coxa esquerda não deverá jogar no sábado. Ronaldo com incomodo na coxa esquerda é dúvida.

O mais avançando
Com isso, o esquema 4-2-3-1 do Tricolor para sábado deverá ter André Luiz no gol; Léo Carioca e Ian nas laterais; Evandro e Papaléguas na zaga formando o sistema defensivo. Magno continua como 1º volante, com Carlinhos e Quadrado como meio-campistas, com Nathan e Zunquinha nas pontas e Wallace sendo o homem de referencia.

Nathan é advertido no TJD
O lateral/meia Nathan foi a julgamento devido a sua expulsão na 1ª rodada, no empate sem gols em Jundiaí, com o Amparo. O jogador foi advertido pelo Tribunal de Justiça Desportiva em virtude da sua expulsão, que foi por 2º amarelo. Para o Tribunal, ele infringiu o artigo 250 - Praticar ato desleal ou hostil durante a partida, por ter empurrado adversário fora da disputada jogada.

Paulista será julgado
Na próxima segunda-feira, o Paulista estará no banco dos réus. O clube será julgado no artigo 191, inciso 1º - deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de obrigação legal. Não é informado na ata do Tribunal, disponível no site do mesmo, o motivo do Galo e outros quatro clubes da 4ª divisão - América de Rio Preto, Elosport, União de Mogi e Itararé serem julgados, todos no mesmo artigo. A punição é multa de R$ 100 a R$ 100mil, com fixação de prazo para cumprimento da obrigação.