#Amador - Série A de Jundiaí vai começar depois do Dia das Mães. Clubes irão pagar arbitragem - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #Amador - Série A de Jundiaí vai começar depois do Dia das Mães. Clubes irão pagar arbitragem

25/04/2018

#Amador - Série A de Jundiaí vai começar depois do Dia das Mães. Clubes irão pagar arbitragem



Na última segunda-feira, na sede da reunião da Liga Jundiaiense de Futebol ocorreu uma reunião com os representantes dos clubes que irão disputar a Série A do Amador. Dos 22 times, apenas sete compareceram ao encontro, que definiu que os times terão que pagar a taxa de arbitragem em 2018.

Liga vai procurar fazer eventos
“Os clubes irão pagar as arbitragens, e vamos fazer eventos para ajudarmos no que for possível, basicamente o mesmo da Série B”, declarou o presidente da Liga Jundiaiense, Serginho Aguiar.

Clubes que estiveram presentes
Estrela, Resenha, Fundão, Meias Aço, Bahia, Doze da Vila e Sorocabana

Profissionais
A Liga Jundiaiense na reunião passada definiu uma taxa de R$ 500 para atletas profissionais possam estar liberados para atuar no Amador em 2018. Essa taxa está gerando reclamação entre alguns jogadores que atuam no Amador desde 2015. Reclamações já chegaram a reportagem do Esporte Jundiaí. Estes jogadores alegam que na época que começaram a atuar no Amador, os clubes pagaram pelas suas reversões. O presidente da Liga explicou a situação.

“Só posso falar a partir de 2016, mas se tem algum registro na federação, não há o que fazer, os de 2016, que foram pagos na federação, mas que não conseguimos dar baixa na CBF, estamos adequando, os de 2017, não foi feita reversão e sim adequação para jogar o Amador, e 2018 faremos de novo adequação, estes terão de pagar, o que significa que pagarão para jogar o amador, para evitar inchaço de profissionais, que acaba de prejudicar os times de menos condições financeiras. Agora quem quiser, pode ir direto na Federação, fazer sua reversão, e trazer o documento que lançaremos. Se ele (atleta ou clube) tiver o recibo da época, faço o requerimento na federação”, explicou o presidente da Liga Jundiaiense de Futebol.

“Para todos terem uma ideia, nenhuma Liga aceita carteirinha de outra Liga, porque o atleta tem de ter apenas um vínculo. A gente de Jundiaí aceitamos, para não prejudicar o jogador, que muitas vezes tem afinidades com os times daqui, caso de vários atletas de Bragança Paulista”, completou.