#Bola oval – Tarde para ser esquecida para os Ocelots. Rio Preto vence de “goleada” no Jayme - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #Bola oval – Tarde para ser esquecida para os Ocelots. Rio Preto vence de “goleada” no Jayme

14/04/2018

#Bola oval – Tarde para ser esquecida para os Ocelots. Rio Preto vence de “goleada” no Jayme



O Ocelots conheceu neste sábado a sua primeira derrota na temporada. No estádio Jayme Cintra, com um segundo quarto para ser esquecido, o time jundiaiense perdeu para o Rio Preto Weilers por 35 a 0. O placar no jargão do futebol seria uma goleada, já que a equipe rio-pretense anotou cinco touchdowns contra nenhum dos jundiaienses. O jogo valeu pela semana 7 da temporada regular da SPFL – São Paulo Football League..


Classificação
Com a derrota, o Ocelots caiu da primeira para terceira posição no grupo B com duas vitórias e agora uma derrota. Rio Preto chegou a três vitórias e divide a liderança da chave com o Corinthians Steamrollers, que possui a mesma campanha.


1º quarto
Os 12 minutos iniciais foram das duas defesas que não deixaram os ataques chegar até mesmo ao campo de ataque, sempre provocando punts. O  0 a 0 prevaleceu.


2º quarto
No começo do segundo período, o Ocelots chegou a red zone adversária (20 jardas para a end zone), mas em virtude das faltas (muitas questionadas pelo time jundiaiense), o Ocelots perdeu a chance até mesmo de chutar um field goal. Rio Preto nas três oportunidades que teve a posse de bola foi cirúrgico -com bom passes pelas laterais e ótimas corridas pelo meio e anotou três touchdowns (sempre convertendo o extra-point) abrindo 21 a 0 antes do intervalo – TDs anotados por Sales, Leonardo e Gustavo. O ataque do Ocelots não teve inspiração e terminou o primeiro tempo em branco – o que ocorreu pela primeira vez nesta SPFL.


3º quarto
As coisas se complicaram para o Ocelots, já que o Weilers nas duas duas primeiras posses de bola anotou o touchdown, abrindo 35 a 0 (converteu também o ponto extra nas duas oportunidades que teve). O Ocelots com a desvantagem teve que começar a arriscar passes mais longos, e assim sofreu com interpretações como foi na metade do período, com um “roubo de bola” de Alexandre. 


4º quarto
As coisas não estavam boas para o Ocelots. Quando tinha a chance de fazer um bom retorno, a bola ficava “viva”, deixando as coisas mais complicadas para o ataque. Rio Preto tratou apenas de controlaro relógio para segurar a vitória com larga diferença de pontos.


Próximos jogos
O Ocelots tem mais três jogos nesta primeira fase: Piracaba Cane Cutters, em Limeira, no dia 28 de abril, às 14h30; Santos Tsunami, no dia 20 de maio e Corinthians Steamrollers no dia 16 de junho – em locais ainda a serem definidos.  Rio Preto terá ainda pela frente o Corinthians Steamrollers, em casa, no dia 29 de abril; Mooca Destroyers no dia 20 de maio e Spartans no dia 9 de junho – em locais ainda a serem designados.  



Atletas do Ocelots no jogo
Defesa
Defense-lines (DL): Campaner, Muniz, Fantinelli, Melo, Rossini, Dancin, Trabachini, Trigo, Valério e Mendes
Linebackers (LB): Bueno, Marques, L. Lopes, Kolher e Capreti
Defense-backs (DB): H. Lopes, Cardoso, Guilherme Lourenço, Pina, Barretos, W. Lopes, Grego, Archangelo e Macedo

Ataque
Ofensive-lines (OL): Fantausse, Campos, Moraes, Toressan, Lorençon, Brandão, A. Santos, L. Henrique
Quarterbacks (QB): Derão e Zanchin
Running-backs (RB): Colucci, Sousa e Rezende
Tight-ends (TE): Pellici, Martins, Cieni, Zulu e Santos
Wide-receiver (WR): Lucato, Belmonte, Maciel, M. Henrique, Cancella e Barbosa

Head-coach: João Marcos