#Campeão - Fisioterapeuta de Jundiaí conquista título importante de futebol de base nos EUA - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #Campeão - Fisioterapeuta de Jundiaí conquista título importante de futebol de base nos EUA

04/04/2018

#Campeão - Fisioterapeuta de Jundiaí conquista título importante de futebol de base nos EUA



O fisioterapeuta jundiaiense Gabriel Torricelli como integrante da comissão técnica do Futebol Clube Golden State, ajudou a equipe a conquistar o título de campeão da Dallas Cup, na categoria sub-19, no último domingo. Na decisão, o Golden State venceu o Cedar Stars, dos Estados Unidos (que tem o irmão do Adriano Imperador - Thiago Ribeiro no elenco), nos pênaltis por 3 a 1, após 1 a 1 no tempo regulamentar e prorrogação. O torneio é tradicional e existe desde 1980, tendo divisões, com clubes como Chelsea (ING), Coritiba e Red Bull Brasil participando. Na mesma categoria sub-19, no super grupo o título ficou o Tigres, do México.


A competição já passou grandes jogadores do futebol - aká, Rivaldo, David Beckham, Wayne Roney, Edmilson, entre outros. O fisioterapeuta garantiu que todos os atletas chegaram 100% para o campeonato e que com muito trabalho ao decorrer do Dallas Cup conseguiram repetir a mesma conquista do ano de 2016, onde o Golden State havia sido campeão do torneio e em 2018 conseguiram levar o troféu novamente para o estado da Califórnia.


Gabriel Torricelli acompanha a equipe diariamente nos treinamentos, academia e nos jogos, diz que após sua chegada foi implantado um programa de prevenção de lesão no clube junto com o preparador fisico Rafael Marcato (membro da comissão técnica do Corinthians - campeão da Libertadores de 2012) e ao ex aluno da Esef Jundiaí, o auxiliar-técnico Gustavo Zampieri, onde o índice de Atletas no departamento médico reduziu significativamente.


Sensação de ser campeão
“Foi uma sensação incrível, de missão cumprida. Ser campeão de um dos maiores campeonatos do Mundo de categoria de base é sensacional, enfrentar o Chelsea da Inglaterra, o FC Dallas, e vence-los foi um dos momentos mais especiais da minha vida. Para um fisioterapeuta desportivo o maior reconhecimento é ver todos os atletas 100% e jogando em alto nível e isso aconteceu no decorrer de todo campeonato, então esse título significa muito para mim. O que me deixou mais feliz foram os jogadores reconhecerem o trabalho que realizei com cada um deles na pré-temporada e no decorrer do campeonato e virem em minha direção após o apito final que nos declarou campeão. Isso não tem preço. É só o começo da minha jornada internacional. Dedico esse título também a todos os meus familiares e amigos de Jundiaí, sem eles nada disso seria possível.”.


Aprendizado nos Estados Unidos
“Estou estudando o idioma com o objetivo de me aprimorar cada vez mais, me adaptando com a metodologia americana no futebol que é bem diferente da nossa. Em relação a fisioterapia, é um país que tem ótimos recursos tecnológicos e assim posso ter um contato mais próximo e trabalhar cada vez mais com as práticas baseadas em evidências em prol da recuperação e prevenção dos atletas do Futebol Clube Golden State”.


Muita diferença entre o futebol dos Estados Unidos com o Brasil
“Sim, o futebol aqui visa muito mais intensidade e força do que a técnica. Diferente do Brasil, aqui a bola rola, os árbitros não param o jogo por qualquer contato. A vantagem do FC Golden State é que a diretoria prioriza por contratar jogadores brasileiros o que faz nosso time ser mais dinâmico dentro de campo, mais qualidade técnica e assim obter sucesso nos campeonatos. A tendência aqui no futuro é que tenha cada vez mais jogadores brasileiros. O futebol americano está crescendo cada vez mais, podemos ver na MLS os nomes que estão jogando aqui e o nível de competitividade do campeonato. Com o passar do tempo tenho a certeza que o futebol nos Estados Unidos será reconhecido e respeitado mundialmente”.


Próximo objetivo
“Agora é voltar aos trabalhos na quarta-feira com o profissional que está disputando a NPSL e em breve a PDL e ir em busca do próximo objetivo. Já o sub-19 disputará o Campeonato Nacional enfrentando diversas equipes do território americano que disputam a MLS. Tenho contrato com o Golden State até agosto e ainda não decidi sobre meu futuro, mas o meu objetivo principal é deixar todos os atletas em condições de jogo para assim continuarmos sendo o melhor time do estado da Califórnia como somos considerados hoje, Em relação a fisioterapia, hoje estou focado aqui no time da Califórnia, mas claro que sempre queremos buscar mais. Sonho em trabalhar em um time da MLS, ou até mesmo no futebol europeu.”.


Jundiaiense no elenco
Mais um jundiaiense chegou para compor o elenco do Golden State. Trata-se do goleiro Vinicius Santos, de 18 anos que já atuou pelo Paulista e se apresentou na última segunda feira e irá reforçar a equipe americana para o Campeonato Nacional.


Fotos: Divulgação