#EternoPaulista - Umberto Louzer assiste estreia do Galo e fala sobre título da Série A-2 no Bugre - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #EternoPaulista - Umberto Louzer assiste estreia do Galo e fala sobre título da Série A-2 no Bugre

09/04/2018

#EternoPaulista - Umberto Louzer assiste estreia do Galo e fala sobre título da Série A-2 no Bugre


Fábio Gomes e Umberto Louzer estavam acompanahndo a estreia do Paulista na 4ª divisão do Estadual
Umberto Louzer faz um ano que aceitou a proposta de deixar o Paulista, onde poderia comandar o clube na disputa da 3ª divisão do Campeonato Paulista, para trabalhar inicialmente como auxiliar-técnico do Guarani na 2ª divisão do Paulistão e Série B do Brasileirão. Este ano, ele ganhou a chance de comandar o Bugre na disputa da Série A-2. E agarrou da melhor forma possível - levou o Bugre de volta a 1ª divisão paulista depois de 5 anos, conquistando o título da 2ª divisão, com uma vitória sobre o Oeste por 4 a 0 na noite do sábado. Na manhã do domingo, descanso: sim, mas ver de perto um dos seus times de coração, o Paulista. Umberto esteve nas cadeiras cativas acompanhando a partida do Paulista contra o Amparo, na estreia do Galo na 4ª divisão do Campeonato Paulista.

Ele acompanhou o jogo ao lado de Ricardo Chuva, seu auxiliar na Copa São Paulo de 2017 no Paulista - hoje trabalha na base do Amparo, e do seu parceiro Fábio Gomes - outro vencedor histórico no Paulista. No intervalo da partida no Jayme Cintra, o treinador campeão da Série A-2, conversou com a reportagem do Esporte Jundiaí,

Sobre o título da Série A-2 com o Guarani
“Momento histórico para o clube e para gente que está envolvido de levar o Guarani a 1ª divisão do Campeonato Paulista. É um orgulho defender as cores do Guarani e é uma emoção e sentimento de orgulho de ter conquistado este objetivo”

Goleada na final (4 x 0 para o Guarani sobre o Oeste)
“É difícil nesta fase final ter um placar elástico desta forma, até como foi o jogo. Sofremos no fim do 1º tempo, Oeste teve chances de empatar e virar o jogo. Mas no 2º tempo retomamos o controle da partida, construímos as ações e saímos felizes com a conquista do título”

O que aprendeu no Paulista e usar hoje no Guarani
“Tenho uma gratidão enorme pelo Paulista. Sempre deixo bem claro que foi o clube me formou como homem, atleta e treinador e me deu a primeira oportunidade. E a gente leva nossas convicções que acabou dando certo e acaba levando para outros lugares. Mas a gente procura a evolução para se tornar um profissional melhor”

O que viu do Paulista neste domingo (após o 1º tempo)
“Início da competição, equipes se construindo e se formando. Paulista vai se formar, evoluir e conseguir seu objetivo que é subir de divisão”

Atletas da base do Guarani poderiam ser indicados para o Paulista?
“No Guarani tem bons valores, bons atletas e tem capacidade. Claro isso é entendimento do treinador e ver as carências do grupo e ir em busca do mercado. Guarani é um clube parceiro do Paulista e as portas estão abertas e já teve esse primeiro contato. Paulista vai formar uma grande equipe, que já tem grandes valores neste momento”

Série B do Brasileiro
“Campeonato dificílimo. Equipes estruturadas, gente tem feito mapeamento dos adversários, vários estiveram nas finais dos Estaduais, outros se reforçando com poderio financeiro muito grande. É complicada essa competição, nível muito bom e não dá muito tempo. A gente conquistou o título no sábado e já na sexta vamos a campo contra uma equipe que tem investido muito, e sempre lota em seus domínios e teremos dificuldades para enfrenta-los, mas trabalhar e fazer um grande jogo” (estreia é na sexta-feira, contra o Fortaleza, do treinador Rogério Ceni, no Ceará, às 19h15).