#ExPaulista - Após erro contra Fla, Rever cita VAR. Vagner Mancini evita falar sobre arbitragem - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #ExPaulista - Após erro contra Fla, Rever cita VAR. Vagner Mancini evita falar sobre arbitragem

15/04/2018

#ExPaulista - Após erro contra Fla, Rever cita VAR. Vagner Mancini evita falar sobre arbitragem



Vitória e Flamengo empataram por 2 a 2, neste sábado, no segundo jogo da rodada inaugural do Campeonato Brasileiro. Aos 10 minutos, o árbitro Wagner Reway marcou um pênalti inexistente para o Vitória, em lance que Rhayner chutou, a bola bateu no rosto de Everton Ribeiro, mas Reway marcou pênalti e ainda expulsou o jogador do Flamengo. O jogo estava 1 a 0 para o Flamengo, e com a penalidade, o time baiano empatou o jogo. E em cada lado, havia um ex-Paulista, que após o jogo falou sobre a partida e também sobre arbitragem: Vagner Mancini - treinador do Vitória e Réver - capitão do Flamengo - que marcou um gol no jogo - mas foi irregular - na jogada Willian Arão estava impedido.

Fala Réver
“Nós questionamos o tempo todo. No intervalo, falaram que tocou no rosto do Everton. Mas é muito rápido. Dentro de campo, às vezes tempos que ajudar. Infelizmente, temos que valorizar o empate. Muito tempo com homem a menos. Descansar, porque quarta-feira temos jogo importante. Ele pediu ajuda também. Houve a questão do vídeo (o árbitro de vídeo, o VAR). E muitas equipes votaram contra. O quanto a gente puder ajudar a arbitragem, é válido. Para ele não ser sempre culpado de tudo”, disse o capitão do rubro-negro carioca.

Fala Mancini
“De onde eu estava, me lembro de um pênalti não marcado a favor do Flamengo. O Diego voltou reclamando muito, achei que não foi. Não posso precisar isso, estava a uns 70 metros de distância, mas é difícil a gente opinar. Foi uma boa arbitragem, ele foi infeliz em alguns lances, mas são coisas que podem acontecer. Sobre os pênaltis, eu não consigo dizer. Em cima do Rodinei não achei. Mas a gente tem a TV, o recurso, várias câmeras, mas sinceramente não tenho opinião formada para dar”, contou o comandante do rubro-negro baiano.