#Novidade - Universitários de Jundiaí terão Campeonato Esportivo no mês de maio - o CAJU - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #Novidade - Universitários de Jundiaí terão Campeonato Esportivo no mês de maio - o CAJU

26/04/2018

#Novidade - Universitários de Jundiaí terão Campeonato Esportivo no mês de maio - o CAJU

Ginásio do Nenho será palco das finais do futsal e handebol

Será lançado na quinta-feira, no auditório da Escola Superior de Educação Física (ESEF), durante Congresso Técnico, às 19h30, o 1º Campeonato Jundiaiense Universitário, o CAJU que deve movimentar 8 mil pessoas. As regras e os detalhamentos serão apresentados para os participantes confirmados: ESEF, Faculdade de Medicina de Jundiaí, Unip e Fatec. As competições serão realizadas nos dias 16, 17, 18 e 19 de maio. “O CAJU iremos fazer em 4 dias, três noites e um sábado todo”, contou Luiz Trientini, gestor de Esporte de Jundiaí.

Modalidades presentes
Serão ofertadas 10 modalidades: basquete, voleibol, futsal, handebol, natação, atletismo, truco, damas, xadrez e tênis de campo, com provas realizadas no Bolão, Romão de Souza e Antonio de Lima. “Truco está em todas as faculdades, especialmente nos intervalos”, lembrou Trientini.  O período e a forma de inscrição serão detalhados no evento de quinta-feira.

A ideia da Unidade de Gestão
“O objetivo é da gente atingimos a faixa etária que hoje vai para faculdade, pois sabemos que muitos deixam de praticar a atividade física, pois muitos trabalham e estudam. A gente quer para essa faixa etária ter um envolvimento no esporte até como torcida, e se relacionar com o esporte”.

Locais
As disputas serão nos seguintes locais:
Basquete - Bolão
Handebol - Nenho (Anexo do Bolão)
Futsal - Romão de Souza
Vôlei - Antônio de Lima

Mas para o último dia a ideia da Unidade de Gestão de Esporte é fazer todos os eventos no ginásio do Bolão. “Sábado vai ter atletismo e natação, com futsal e handebol no Anexo, vôlei e basquete no ginásio Principal. Truco, xadrez e damas nas salas do Bolão e o tênis de campo nas quadras que existem no complexo Nicolino de Lucca”, disse Trientini.