#VoteNele - Cristian Ribera concorre ao título de atleta do Mês das Américas. Votação até 6ª feira - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: #VoteNele - Cristian Ribera concorre ao título de atleta do Mês das Américas. Votação até 6ª feira

12/04/2018

#VoteNele - Cristian Ribera concorre ao título de atleta do Mês das Américas. Votação até 6ª feira



O atleta do Peama-Jundiaí Cristian Ribera concorre ao título de atleta do mês de março em eleição organizada pelo Comitê Paralímpico das Américas (APC). O atleta de esqui cross-country disputou os Jogos Paralímpicos de Inverno de PyeongChang 2018 no último mês e, com apenas 15 anos, conquistou o melhor resultado do Brasil na história da competição olímpica e paralímpica: um sexto lugar na disputa dos 15km.

Ao lado de Cristian na eleição estão os também esquiadores de cross-country Brian McKeever (CAN), Mark Arendz (CAN) e Oksana Masters (EUA), o snowboarder Carles Codina (ARG) e o esquiador alpino Nicolas Bisquertt (CHI).  A votação está disponível no site do Comitê Paralímpico das Américas até sexta-feira..

Os indicados
Brian McKeever, Canadá, esqui cross-country
Ganhou três medalhas de ouro e uma de bronze em PyeongChang, atingindo a marca 17 medalhas em sua carreira, incluindo 13 medalhas de ouro. Ele é o maior medalhista de Jogos de Inverno do Canadá.

Carles Codina, Argentina, snowboard
Alcançou o melhor resultado da Argentina nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno ao terminar em oitavo na prova SB-LL2 do snowboard.

Cristian Ribera, Brasil, esqui cross-country
O atleta paralímpico mais jovem dos Jogos de PyeongChang 2018 alcançou o melhor resultado do Brasil em Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno depois de terminar em sexto lugar na prova de longa distância de esqui cross-country.

Mark Arendz, Canadá, esqui cross-country
Ganhou, em PyeongChang, seis medalhas, incluindo uma de ouro, duas de pratas e três de bronze, além de ter sido o porta-bandeira canadense na Cerimônia de Encerramento.

Nicolas Bisquertt, Chile, esqui alpino
Com o nono lugar no slalom masculino, teve o melhor desempenho do Chile em Jogos Olímpicos e Palímpicos de Inverno.

Oksana Masters, EUA, esqui cross-country
Superando uma lesão no braço direito, Masters ganhou cinco medalhas (duas de ouro, duas de prata e uma de bronze). Deixou PyeongChang como a atleta americana mais condecorada da história do esqui cross-country.

As indicações são compiladas a partir de submissões dos Comitês Paralímpicos Nacionais (NPCs) de todo o continente.

Vencedores do atleta do mês em 2018:
Janeiro - Fernando Fuentes, El Salvador, natação
Fevereiro - Brenna Huckaby, EUA, snowboard

Foto: CPB - Divulgação