14/06/2010

Jundiaienses da seleção brasileira nasceram pelas mãos do mesmo médico em 1979, diz jornal

Com informações do
Globoesporte.com e Lancenet

Uma curiosa coincidência marca a vida de dois jogadores da seleção brasileira: Grafite e Doni nasceram no mesmo hospital e pelas mãos do mesmo obstetra, em 1979. Segundo o jornal Lance, Gualtiero Valério Pasquale Clausa, de 59 anos, fez o parto em que o atacante nasceu em 2 de abril e o goleiro, no dia 22 de outubro, no já inexistente Hospital Santa Rita, em Jundiaí.

O médico, que revela já ter realizado entre 18 mil e 20 mil partos desde 1977, se surpreendeu ao saber do fato. “Sabia que a família do Grafite era de Campo Limpo (SP), e que a de Doni era de Várzea (Paulista), mas já faz 30 anos. É diferente quando trato de uma família, sei a personalidade e faço o parto. Não conhecia suas famílias”, disse o médico.

Gualtiero Clausa revela que no período entre 1977 e 1979 realizava cerca de 30 partos por semana, mas que depois reduziu para 15. Ele se disse orgulhoso e que pedirá uma camisa autografada dos dois atletas, se forem campeões na África do Sul. “Fico muito lisonjeado, é bastante prazeroso saber isso. Na época nem imaginava que quem estava nascendo nas minhas mãos seria uma pessoa ilustre, conhecida nacional e mundialmente”, afirmou.
Jundiaienses da seleção brasileira nasceram pelas mãos do mesmo médico em 1979, diz jornal Jundiaienses da seleção brasileira nasceram pelas mãos do mesmo médico em 1979, diz jornal Reviewed by Thiago Batista de Olim on 06:01 Rating: 5