21/12/2011

Técnico da seleção feminina descarta resultados imediatos e foca Rio-2016


Luiz Cláudio Tarallo, de um dia para o outro, ganhou um "presente" e um "problema". No último dia 16, ele foi anunciado como novo técnico da seleção brasileira feminina adulta de basquete, o quarto treinador neste ciclo olímpico. Para quem comandava times da base, foi um prêmio. No entanto, Tarallo, que até o final deste ano comandava o Divino/Coc terá a missão de iniciar um trabalho praticamente a oito meses do início dos Jogos Olímpicos de Londres-2012. E mais: o primeiro contato dele com a equipe será apenas três meses antes da competição.

Por isso, o treinador colocou os resultados em segundo plano no seu trabalho e focou, sim, na Olimpíada, mas não a de Londres, e sim a do Rio de Janeiro, em 2016. Em entrevista ao Jornal Lance!, Luiz Cláudio Tarallo afirmou que neste início de trabalho os resultados obtidos não poderão ser analisados.

"Vou iniciar o trabalho no fim de um ciclo. Não dá para analisar o meu resultado desta forma. O que contará nesse início é a minha postura, como eu conduzi o time, como a equipe vai se portar. O resultado é o máximo que conseguirmos dentro disso (...) A Olimpíada de 2016 é o objetivo final do trabalho. Nós estamos às vésperas dela e não podemos desprezar uma competição dessas. Claro que não vamos desmerecer Londres-2012, mas vamos trabalhar para esta Olimpíada, digamos, já com olho na próxima", disse o novo comandante, de 45 anos.

Como a LBF (Liga de Basquete Feminino), principal competição das mulheres no país, só acaba no meio de abril, Tarallo ainda terá de esperar para ter seu primeiro contato com o time. A primeira reunião está prevista apenas para 1º de maio.

Por isso, o técnico não teme que um fracasso da seleção feminina possa afetar sua sequência no comando da equipe, como ocorreu com o ex-técnico Ênio Vecchi, demitido após um mau resultado no Pan-Americano de Guadalajara.

"Eu não me preocupo com isso. Não sei o que ocorreu com o Enio, mas o que passei é que não há condições para dar um resultado imediato. Então não entro com essa preocupação. Estou, sim, curtindo ao máximo o fato de estar à frente da seleção brasileira adulta", disse.

Matéria: Site Uol Esporte
Foto: Divulgação / CBB
Técnico da seleção feminina descarta resultados imediatos e foca Rio-2016 Técnico da seleção feminina descarta resultados imediatos e foca Rio-2016 Reviewed by Thiago Batista de Olim on 11:12 Rating: 5