Header AD

10/02/2013

Paulistão: Galo tem desfile perfeito na capital e bate Santos


Thiago Batista
Site Esporte Jundiaí
Atualizado às 2h46 – 11/01/13

Ninguém ainda tinha batido o Santos na temporada 2013, fosse em amistosos (Barueri levou 4 a 0) ou em jogos pelo Paulistão 2013. Isso até a equipe do litoral enfrentar o Paulista. E num domingo de Carnaval a equipe seguiu conforme pediu o seu mestre de bateria, perdão técnico do time, Giba.  Com uma harmonia perfeita, perdão time jogando de forma compacta, o Galo encarou mais de 20 mil torcedores adversários, a chuva, poças d’ água, a pressão adversária para derrotar o Peixe, por 3 a 1, em pleno Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

1
SANTOS
3
PAULISTA
GOL
Rafael Cabral
GOL
Richard
LTD
Bruno Peres
LTD
Thales
ATA
André
ZAG
Dráusio
ZAG
Edu Dracena
ZAG
Lázaro
ZAG
Durval
LTE
Rodolfo
LTE
Guilherme Santos
VOL
Matheus
MEI
Felipe Anderson
VOL
Kasado
VOL
Arouca
MEI
Renato
VOL
Marcos Assunção
MEI
Chiquinho
MEI
Cícero
ATA
Marcelo Macedo
MEI
Montillo
ATA
João Henrique
MEI
Patito
ATA
Cassiano Bodini
ATA
Miralles


ATA
Neymar


TEC
Muricy Ramalho
TEC
Giba
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho
Pacaembu, em São Paulo
GOLS
2º tempo
7:00
Marcelo Macedo
0 - 1

38:00
Rodolfo
0 - 2

41:00
Cassiano Bodini
0 - 3

47:00
Neymar
1 - 3
PÚBLICO E RENDA
18.381 pagantes - 20.426 público total - R$ 652.560,00
CARTÕES VERMELHOS
2º tempo
37:00
Matheus
2º am.
PONTUAÇÃO DOS TIMES APÓS O JOGO
Paulista
9 pontos - 11º
Santos
14 pontos - 2º
PRÓXIMOS JOGOS DOS TIMES
Paulista
São Bernardo (fora)
16/fev
Santos
Ponte Preta (fora)
17/fev
O jogo chegou a estar nota 10 para o Paulista no placar, pois o time chegou abrir é 3 a 0. Com a vitória, o Galo subiu na classificação, e após sete quesitos avaliados, perdão sete rodadas disputadas, a equipe jundiaiense se aproxima da zona de classificação aos playoffs do Estadual.

Quem acompanhou o jogo desde o inicio sentiu uma postura diferente do Galo em relação a outros desfiles, perdão outros jogos. O time entrou ligado, sem deixar buracos na passarela do samba, perdão gramado do estádio do Pacaembu. Aos 6 minutos, Cassiano Bodini recebeu na direita, passou por dois passistas, perdão dois marcadores, e chutou cruzado, mas a esquerda do gol de Rafael. Aos 10 minutos, Marcelo Macedo recebeu bola açucarada de Cassiano Bodini. Chutou forte, rasteiro, aproveitando o gramado molhado. Mas o camisa 1 do Peixe se esticou todo e fez grande defesa, evitando o primeiro gol do camisa 9 do Galo.

Mas como uma na etapa final, Marcelo Macedo marcou. Logo aos 5 minutos, Guilherme derrubou Cassiano Bodini na área e a penalidade foi marcada. Frio e calculista, Marcelo, sem paradinha, pois no futebol não é mais permitida, apenas tirou de Rafael para deixar o Pacaembu praticamente calado pela 1ª vez. O som de alegria era da bateria, perdão da voz dos torcedores do Galo.

No fim do desfile, perdão do jogo, o Paulista mostrou duas armas importantes para conquistar a vitória. Aos 38 minutos, Rodolfo cobrou falta da intermediária. E foi uma bomba, com a bola fazendo verdadeiros efeitos, como ocorrem nos carros alegóricos, anotando o segundo gol do Galo.

Sem correr o risco de estourar o tempo do desfile, perdão sem correr o risco da vitória ir embora, o time jundiaiense chegou ao terceiro gol aos 41 minutos em bela jogada da comissão de frente do Galo, perdão dos jogadores da parte ofensiva do Galo. O meia Renato passou de três dedos para Cassiano Bodini, apenas colocar o pé e marcar.

No final, a principal estrela da escola de samba adversária, perdão, principal jogador da equipe adversária, balançou as redes:Neymar, aos 47 minutos, marcou o único gol santista. Mas o tempo do desfile já havia estourado, perdão o jogo já havia terminado, com vitória jundiaiense.


Paulistão: Galo tem desfile perfeito na capital e bate Santos Paulistão: Galo tem desfile perfeito na capital e bate Santos Reviewed by Thiago Batista de Olim on 19:18 Rating: 5