17/11/13 - Esporte Jundiaí Esporte Jundiaí: 17/11/13

17/11/2013

Ex-Galo marca em goleada do Verdão, que deu título da Série B ao Palmeiras

Thiago Batista – Site Esporte Jundiaí

O Palmeiras sagrou-se este sábado campeão da Série B do campeonato Brasileiro, ao vencer o Boa Esporte por 3 a 0, em jogo da 36ª rodada. O ex-jogador do Galo, Felipe Menezes, abriu o placar.  Leandro e Juninho assinaram os outros gols palmeirenses na partida. Menezes começou a partida deste sábado como titular. Menezes vestiu a camisa do Galo por 5 vezes, no Paulistão 2009. Está foi a quarta conquista do meia na carreira, pois antes havia sido campeão português em 2009/10 e duas vezes campeão da Taça da Liga Portuguesa (2009/2010 e 2010/2011).
Leia Mais ►

Colégio Divino Salvador conquista título dos Jogos Escolares da Juventude


Site oficial dos Jogos Escolares da Juventude – Edição 2013 (COB) / Fotos: Wagner Carmo/Inovafafoto/COB

As equipes dos colégios Divino Salvador, de Jundiaí, e ADN Master, do Rio de Janeiro, chegaram à final do basquete feminino, Primeira Divisão dos Jogos Escolares da Juventude Belém 2013 - Etapa de 15 a 17 anos, depois de vencerem todas as partidas da fase classificatória e as semifinais na véspera. Com uma virada emocionante nos minutos finais do último quarto, a equipe de Jundiaí venceu por 79 a 76 (43 a 45) e conquistou o tricampeonato da competição.

O jogo começou com o Divino mostrando personalidade e se impondo diante da rápida equipe carioca. O primeiro período foi vencido pelas paulistas por 25 a 23, mas a partir daí só deu Rio de Janeiro. Bastante entrosadas e com um dia inspirado das jogadoras Nicole Chirinda e Rayane Sant'Anna, as meninas da ADN fecharm o primeiro tempo em 45 a 43.

"Nós passamos um sufoco durante o jogo, mas tínhamos um objetivo desde que chegamos aqui. A gente vem se preparando há muito tempo para esse campeonato. Mostramos que o merecimento vem para quem trabalhou forte, e valeu muito a pena", declarou a ala-pivô Gabriela Paula, cestinha da partida com 27 pontos. "Nós começamos muito forte, mas acho que quando o Rio virou acabamos dando uma desanimada. Felizmente nossa treinadora ficou em cima para não desistirmos e isso nos contagiou para conseguirmos a virada", completou a jogadora, que este ano foi campeã sul-americana com a seleção brasileira sub 17, no Equador.


No início do último quarto, o Rio de Janeiro chegou a abrir uma vantagem de sete pontos, quando Gabriela levou uma cotovelada e abriu o supercílio. Sangrando muito, a jogadora foi atendida fora de quadra, recebeu um curativo e uma bandagem na cabeça, mas não quis abandonar a partida. "Em um jogo como esse, você não pode perder a atenção e o foco em nenhum segundo. Você tem que pensar em ganhar o jogo o tempo todo. As meninas confiaram, foram para cima com uma garra incrível, e a Gabriela, mesmo machucada, quis voltar, não foi por imposição. Acho que isso mostra o espírito dessa equipe. A gente precisava vencer para oferecer esse título, além do estado de São Paulo, ao nosso diretor que faleceu há 15 dias, Padre Divo Binotto, e que fez de tudo para nós estarmos aqui. Eu tinha certeza de que seria assim", comemorou a professora Lucia Gumerato, treinadora da equipe jundiaiense.

Morando há um ano em São Paulo, a ala carioca Thayna Silva também festejou bastante o título conquistado nos Jogos Escolares da Juventude, em Belém. Thayna também fez parte da seleção sub 17, campeã sul-americana este ano. "A primeira coisa que fiz foi mandar mensagens para a minha mãe e para o meu namorado", brincou Thayna. "Acho que no início ficamos nervosas, apesar de já conhecermos as meninas da equipe do Rio, mas sempre rola aquela ansiedade, natural, de você querer ganhar. Felizmente, tivemos muito foco e garra dentro de quadra, e esse foi o diferencial para conquistarmos o título", finalizou.

Os Jogos Escolares da Juventude Belém 2013 foram organizados e realizados pelo Comitê Olímpico Brasileiro, correalizados por Ministério do Esporte e Organizações Globo, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Governo do Estado do Pará e da Prefeitura Municipal de Belém.
Leia Mais ►

Handebol feminino do JHC fica com o vice da Liga de handebol do estado

Thiago Batista – Site Esporte Jundiaí

A equipe de handebol feminino do JHC ficou com o vice-campeonato da Liga de handebol do estado de São Paulo. Neste sábado, em Americana, o time jundiaiense foi derrotado pelo Rio Branco por 22 a 17, no confronto que decidiu o torneio nos últimos cinco anos, e que agora tem Americana na frente “neste duelo” por 3 a 2.

O time jundiaiense, comandado pela técnica Rita Orsi, terminou o torneio com dez vitórias e apenas duas derrotas, ambas justamente para o Rio Branco, que também havia vencido as jundiaienses, na primeira fase (29 a 23).
Leia Mais ►

Handebol: Após duas prorrogações, Japy vence e pegará Itatiba na decisão

Thiago Batista – Site Esporte Jundiaí

Foram precisas duas prorrogações. E após uma batalha, o Clube Japy levou a melhor sobre Indaiatuba e ficou com a vaga na decisão da categoria adulto da Série Ouro da Liga de handebol do estado de São Paulo. Na sexta-feira, em Piracicaba, o time jundiaiense venceu o oponente por 31 a 29.

Na final, o Japy enfrentará Itatiba, que na outra semifinal, superou São João da Boa Vista por 31 a 30. O clássico Japy e Itatiba, que decidirá o título da Liga, está marcado para o dia 24 de novembro, em São João da Boa Vista, a partir das 16h30.
Leia Mais ►

Rodrigo Fabri, ex-Paulista faz sua estreia na Liga Fut7 (futebol society)

Site da Liga Fut7

A aposentadoria oficial dos gramados aconteceu em 2009, mas, uma vez boleiro, sempre boleiro. E, quatro anos depois de abandonar o futebol profissional, o meia Rodrigo Fabri, ex-Paulista, fez, neste sábado, sua estreia na Liga Fut7, que reúne os 16 maiores clubes brasileiros no Ginásio São Marcos, em São José dos Pinhais (PR).

“Recebi este convite para participar da Liga e achei interessante o formato da competição, por isso resolvi aceitar o desafio”, disse Fabri, momentos antes de entrar em campo pela primeira vez defendendo as cores da Portuguesa, na partida contra o Flamengo.

Depois que saiu do futebol, Fabri passou a atuar no ramo da construção civil, mas a saudade dos campos permaneceu. Tanto que, para relembrar os tempos de jogador, ele joga showbol e, agora, faz sua estreia no Fut7. “Gostaria de seguir jogando, mas tenho muitas dores no joelho depois que parei de jogar. Se o calendário de jogos do Fut7 tiver um intervalo bom entre as competições, espero conseguir continuar”, disse o ex-meia.
Leia Mais ►

Mancini critica preparação e postura do seu time: “Entramos a 60 por hora”

GLOBOESPORTE.COM

O técnico do Atlético-PR, Vagner Mancini, ex-Paulista, não poupou críticas após a derrota por 4 a 0 para o Botafogo, na noite deste sábado, no Maracanã, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. Ele lamentou, por exemplo, a preparação do time - que teve apenas um treino, já no Rio de Janeiro, antes da partida. O comandante rubro-negro também criticou a postura do time, que, segundo ele, entrou a "60 por hora", enquanto o adversário estava a "120 por hora":

“Quando você não se prepara devidamente para um jogo de futebol, o que você vê em campo é isso. Por mais que o seu time queira, se o atleta não estiver preparado, dificilmente você consegue desempenhar. O Botafogo é uma equipe bem montada. Então, acabou que entramos de forma muito morosa, a 60 por hora, enquanto o Botafogo jogava a 100 ou 120 por hora. Isso acabou, desde o início do jogo, fazendo com que nossa equipe tivesse muitas dificuldades”, afirmou o treinador do Furacão em entrevista à rádio oficial do clube após a partida.

O resultado refletiu já no vestiário do Atlético-PR após a partida. Vagner Mancini revelou que já teve uma conversa com os jogadores, apontando os principais erros da derrota botafoguense. “O vestiário foi muito mais tenso, de cobrança do que outra coisa. Nós até ficamos um tempo maior falando daquilo que foi visto hoje, desde a expulsão do Léo, que deu mais chances ao Botafogo, até a atitude dos jogadores, que foi diferente daquilo que a gente tem visto em campo”, completou o comandante rubro-negro.

O Atlético-PR volta a campo pelo Brasileirão diante do lanterna Náutico, no dia 24, domingo, às 17h (horário de Brasília), na Arena Joinville. Antes, ele começa a decidir o título da Copa do Brasil contra o Flamengo, quarta-feira, às 21h50m, na Vila Capanema.
Leia Mais ►

Tabelas


Temas