02/02/15 - Esporte Jundiaí Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 2, 2015

Morre Dalmo Gaspar, campeão no Paulista, e do mundo pelo Santos

Morreu na manhã desta segunda-feira, o ex-lateral esquerdo e zagueiro Dalmo Gaspar. Jundiaiense, tinha 82 anos. A causa da sua morte não foi ainda divulgada, mas o ex-jogador há quase um mês estava internando em um hospital de Jundiaí, devido a uma infecção sanguínea provocada por uma bactéria. Ele sofria Mal do Alzheimer há pouco mais de um ano. 

Dalmo foi o herói do bicampeonato mundial, autor do gol diante do Milan, no Maracanã, no terceiro jogo da final, há 43 anos. Neste domingo (01), na estreia do Santos diante do Ituano no Campeonato Paulista, na Vila Belmiro, Dalmo foi homenageado em faixa da Torcida Organizada Sangue Jovem. O alto custo mensal dos remédios e de cuidados especiais fez com que torcedores mobilizassem uma campanha para o ex-jogador nos últimos dias. A medalha do título de 1963 foi colocada à venda pela família.
Biografia - Site Terceiro Tempo: 
Nascido em 19 de outubro de 1932, Dalmo começou a jogar futebol no bairro Vianelo, em Jundiaí. O menino foi selecionado por…

Marcelo Veiga, técnico do Guarani, viu Galo com seus próprios olhos

O treinador do Guarani, Marcelo Veiga, técnico do Guarani, esteve na Rua Javari, neste domingo, acompanhando a partida do Paulista contra o Independente, pela Série A-2 do Campeonato Estadual (derrota do Galo Jundiaiense por 1 a 0). Veiga assistiu de perto como atuou o Paulista, como atua cada jogador no campo e a sua formação tática. Ele se sentou nas cadeiras numeradas, no lado esquerdo da tribuna de honra do estádio. Perto dele estavam alguns diretores do Paulista, como Luiz Roberto Raymundo, o Pitico, vice-presidente do Novo Paulista.
“A gente tem que acompanhar para saber como estão os nossos rivais, até porque é um campeonato bastante equilibrado”, contou o “espião”, no intervalo da partida. Veiga, que passou por Jundiaí nas nove primeiras rodadas da Série B do Brasileirão de 2007, voltará ao Jayme Cintra nesta quarta-feira, onde sentará no banco dos visitantes. Paulista e Guarani tem inicio previsto para às 20h30.
Thiago Batista – Esporte Jundiaí

Copa Vila Arens registra no fim de semana maior goleada desde 2013

A Copa Vila Arens registrou na 4ª rodada de partidas 126 gols, em 16 partidas, média de 7,875. Mas um sexto dos gols do final de semana foi feita pelo Vila Aparecida. O atual campeão do torneio venceu o MDC por sonoros 21 a 1. Sim, leitor, não escrevemos errado: 21 a 1. Está é a maior goleada do torneio, desde 2013, quando o Site Esporte Jundiaí tem os registros do torneio arquivados.
Foi a segunda maior super goleada sofrida pelo MDC no torneio, nesta temporada. Antes havia sofrido 11 a 0 do Força. A maior diferença de gols em uma partida, registrada em 2015, havia sido nos 16 a 3 do Atlanta sobre o Shadow.
Thiago Batista – Esporte Jundiaí

Copa Aramis Polli: Dois times marcam 12 dos 25 gols no Siqueira

A rodada deste final de semana da Copa Aramis Polli se destacou pelos gols no centro esportivo Francisco Siqueira Neto: 25 em quatro partidas. Dois times foram responsáveis por quase 50% dos gols. Tijuco e Nove de Julho, marcaram seis vezes cada um. Tijuco fez 6 a 1 sobre o Bangu. O Nove foi melhor, e fez 6 a 0 no Red Bull.
Thiago Batista – Esporte Jundiaí

Paulista perde na estréia da Série A-2 do Estadual

O Paulista estreou na Série A-2 do Campeonato Estadual com derrota. O Independente venceu o Galo jundiaiense por 1 a 0 na Rua Javari. 
Uma partida, onde o Tricolor apesar de tido boas oportunidades de marcar, principalmente no segundo tempo, faltou acertar melhor a pontaria, já que o time consagrou o goleiro adversário como o nome da etapa final.
O jogo começou truncado, nervoso, com erros de passes de ambos os lados. O nervosismo era tanto que Marcelo Bonan soltou a bola aos 14 minutos, em chute de Felipe Lima. Sorte que a bola foi a esquerda do gol. A mesma sorte não teve Ygor Vinhas.
Aos 17 minutos, Alemão recebeu livre na direita e chutou no cantinho do camisa um do Tricolor. Sem chance de defesa. 
E o time de Limeira poderia ter feito 2 a 0, se a cabeçada de Johnathan foi por cima do gol. O Galo melhorou a partir dos 30 minutos.
A primeira boa chance foi em cruzamento de Felipe Augusto, que Felipe Lima mandou de voleio por cima do gol. Depois Sabiá tentou de cabeça, mas a bola novamen…