PUBLICIDADE

Com eficácia na jogada de lateral, Paulista supera São Paulo e fica no G-4

PUBLICIDADE
Fotos: Rafael Porcari e Ivan Gottardo

Pode ser time com pouca história no futebol brasileiro, pode ser uma equipe que tem muita história – três estrelas relativas a títulos mundiais no seu uniforme. No Jayme Cintra, quem manda é o Paulista. Com uma boa atuação no primeiro tempo, da dupla Branquinho e Ariel, o Galo venceu a sua segunda partida na Copa Paulista, a segunda que disputou como mandante. Bateu o São Paulo, por 1 a 0, na manhã deste sábado. O gol foi de um lance, que vem se tornando uma arma da equipe: o lançamento longo de lateral do lateral, procurando quase sempre o centroavante.

Para a competição o time do Morumbi colocou na competição uma equipe considerada B. Mas na história estará registrada, que o Paulista venceu o rival do Morumbi. Com o resultado, o Tricolor de Jayme Cintra ocupa neste momento a segunda posição do grupo 3, com seis pontos conquistados. O Paulista tem a mesma pontuação que XV de Piracicaba e Ituano. O XV está na liderança pelo saldo de gols, mesma questão que deixa o clube de Itu atrás do time jundiaiense. O Galo pode até voltar a rodada na quarta posição (caso Red Bull vença o Juventus neste sábado – 15h, e o Ituano pontue contra o XV – domingo – 10h), mas não sairá da zona de classificação ao final da rodada. O São Paulo, com um ponto ganho, permanece na lanterna do grupo 3.  

O técnico do São Paulo, André Jardine, entre os inscritos pelo clube na competição escalou uma formação mista, já que o clube disputa o torneio com uma equipe considerada B (o time A, que tem Edgardo Bauza como treinador, disputa o Brasileirão). O time do Morumbi está priorizando nas categorias de base a disputa do Campeonato Brasileiro sub-20. Atletas que despontam como revelações como Foguete, Tormena e Shaylon ficaram no banco de reservas (apenas o último entrou no decorrer da partida).


A partida - O Paulista apostou no chamado jogo longo. O time fez ligações diretas, com lançamentos dos seus zagueiros Renato Oliveira e Gabriel, sempre procurando Ariel, que atuava nas costas do lateral Caíque e do zagueiro Rony. O atacante ganhou a maioria das bolas, e quando não venceu a disputa, a defesa do Morumbi afastava a bola para lateral. Onde se iniciava outra aposta do Galo: o arremesso de lateral longo de Branquinho, com direção a marca de pênalti da grande área de ataque.

A primeira tentativa de lateral, Branquinho, a defesa do São Paulo conseguiu afastar. Na segunda chance, aos 15 minutos, foi fatal. O camisa 4 arremessou forte, e Ariel bem posicionado, acertou cabeçada certeira, sem chance de defesa para Lucas Paes: 1 a 0, Paulista.

O Tricolor de Jayme Cintra teve outra chance no lançamento longo da defesa, aos 30 minutos, em uma verdadeira trapalhada dos zagueiros Maidana e Rony, e o goleiro Lucas Paes. A dupla de defensores do São Paulo se atrapalhou com a bola, que sobrou para Ariel. O goleiro Lucas, no lance saiu do gol, quase saindo no meio-de-campo, procurando ajudar os seus companheiros, mas quase levou um gol de cobertura, já que o atacante do Galo arriscou finalização, da região do círculo central, mas a tentativa passou por cima do gol.

A dupla Ariel e Branquinho apareceu novamente aos 34 minutos. Primeiro, em finalização rasteira de média-distância de Branquinho, que Lucas Paes, precisou se esticar, e fez grande defesa. No lance seguinte, novamente um arremesso lateral, que Branquinho jogou de forma longa na grande área rival, e a bola caiu no pé de Ariel, que chutou e parou na defesa adversária. O São Paulo na etapa inicial teve apenas uma chance, com lateral Caíque, em chute de dentro da área, que foi defendido por Iago, aos 29 minutos de jogo.

O segundo tempo começou com jogo tento que ser paralisado, aos 2 minutos, pois torcedores do São Paulo ligaram sinalizadores, o que fizeram a partida ser paralisada por alguns segundos pelo árbitro Daniel Bernardes.

Mas apesar da sua torcida poder até atrapalhado, o time do Morumbi começou melhor a etapa final, em virtude das mudanças que o treinador fez (realizou as três que tem direito, em menos de 15 minutos), pressionando o Galo, que quase não atacou. A melhor chance do São Paulo, foi aos 10 minutos: o lateral Araruna desceu pela direita, ganhou de Alan Santana na velocidade, e cruzou para Ruan Café, que de cabeça, mandou a bola no travessão de Iago.

Mas após os 20 minutos, o ímpeto são-paulino diminuiu e o Paulista conseguiu ter mais a posse de bola no seu campo de ataque, fazendo o tempo passar, e garantir mais três pontos na sua conta rumo a classificação para segunda fase da competição. As duas equipes terão como próximo adversário, o XV de Piracicaba. O Galo Jundiaiense enfrenta o Nho-Quim, na quarta-feira, fora de casa, às 20h, enquanto o São Paulo recebe o rival, no domingo, às 13h30. 

1     PAULISTA                | 0   SÃO PAULO        
GOL   IAGO                    | GOL LUCAS PAES
LTD   BRANQUINHO              | LTD ARARUNA
ZAG   GABRIEL                 | ZAG MAIDANA
ZAG   RENATO OLIVEIRA         | ZAG RONY
LTE   ALAN SANTANA            | LTE CAÍQUE
VOL   RAFAEL FEFO             | VOL PEDRÃO
VOL   LÉO                     | VOL JEFERSON
MEI   RAFAEL BRANCO           | MEI FRIZZO
MEI   DOUGLAS                 | PTD RUAN CAFÉ
ATA   MICHEL                  | PTE HERON
ATA   ARIEL (1)               | ATA BISSOLI
TÉC   STÉLIO METZKER          | TÉC ANDRÉ JARDINE
                              |
->    ANDREZINHO              | ->  LEONARDO
<-    ARIEL                   | <-  FRIZZO
                              |
->    JONATHAN BRITO          | ->  GABRIEL
<-    DOUGLAS                 | <-  BISSOLI
                              |
->    BRYAN                   | ->  SHAYLON
<-    LÉO                     | <-  LEONARDO

ÁRBITRO: DANIEL BERNARDES
PÚBLICO: 1.002 pagantes      RENDA: R$ 8.140,00


Thiago Batista – Esporte Jundiaí
Com eficácia na jogada de lateral, Paulista supera São Paulo e fica no G-4 Com eficácia na jogada de lateral, Paulista supera São Paulo e fica no G-4 Reviewed by Thiago Batista de Olim on 12:20 Rating: 5

Últimas - Confira!!!

PUBLICIDADE